20/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Luta do século pode produzir R$ 36 milhões por minuto; confira.

3 min read

Do Zigzagdoesporte.com.br por ESPN.com.br.

GETTY

Floyd Mayweather Jr. (esq) e Manny Pacquiao (dir) se enfrentam em 2 de maio, em Las Vegas
Floyd Mayweather Jr. (esq) e Manny Pacquiao (dir) se enfrentam em 2 de maio, em Las Vegas

Foi preciso uma novela de anos para que a luta do século do boxe, enfim, saísse do papel. E, depois de intermináveis idas e vindas, a expectativa dos fãs para ver Floyd Mayweather Jr. x Manny Pacquiao cresce a cada dia, assim como o dinheiro que o combate deve gerar.

Segundo os organizadores, diante de tamanho interesse até aqui no duelo, a luta deve movimentar 400 milhões de dólares (algo em torno de R$ 1,2 bilhão), em um recorde histórico para os esportes de combate. Nada mal para, no máximo, 36 minutos de ação.

O combate entre Mayweather e Pacquiao será de 12 rounds, que têm três minutos cada. Ou seja, caso nenhum lutador consiga o nocaute, serão 36 minutos de luta. Em uma conta simples, cada minuto de duelo, diante da arrecadação, representaria R$ 36 milhões.

Quem revelou a expectativa megalomaníaca do combate foi Bob Arum, promotor de Pacquiao, aoESPN.com. Segundo ele, só os 15 mil ingressos para a luta de dois de maio, na MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, gerarão US$ 74 milhões (ou R$ 239 mi).

Se o valor arrecadado pelos tíquetes se confirmar, superaria em mais de três vezes o atual recorde da modalidade, com o combate entre o próprio Mayweather e Canelo Alvares, também em Las Vegas, em setembro de 2013. Ali, foram US$ 20 milhões (R$ 64,6).

A expectativa com a venda de ingressos é a variável que mais cresce em meio aos organizadores. Quando a luta foi acertada, em fevereiro, os promotores previam arrecadar US$ 40 mi, com bilhetes variando entre mil e 5 mil dólares. Agora, os valores já decolaram.

No padrão mais alto de bilhete, o preço chega a 10 mil dólares, propiciando a atual expectativa de US$ 74 milhões. A maioria dos ingressos, inclusive, sequer deve chegar ao grande público, com cotas para lutadores, promotores, os canais Showtime e HBO e a própria MGM Grand.

Em vendas de pay-per-view, a expectativa é que a luta gere 300 milhões de dólares (quase R$1 bi), com cerca de três milhões de pacotes vendidas. A marca também pulverizaria o recorde anterior, da luta entre Mayweather e Oscar de la Hoya, que vendeu 2,4 milhões de pacotes, em 2007.

Se os zeros ainda não bastam, os organizadores ainda arrecadarão dinheiro com a venda de direitos de transmissão para o exterior, que gera uma expectativa de 35 milhões de dólares (R$ 113 mi). Só nas Filipinas, terra-natal de Pacquiao, um canal já pagou US$ 10 mi pela luta.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.