19/04/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Juvenal solta o verbo: reforços e dispensas no São Paulo, caça aos baladeiros e Bom Senso

4 min read

Do ZigZag do Esporte/Por Lucas Borges, de São Paulo (SP), para o ESPN.com.br

Gazeta Press

Juvenal Juvêncio foi o centro das atenções no lançamento candidato da situação da presidência do São Paulo, Carlos Miguel Aidar
Juvenal Juvêncio foi o centro das atenções no lançamento do candidato da situação à presidência do São Paulo

Depois de um bom tempo longe dos holofotes, o presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, falou sobre quase tudo o que o torcedor gostaria de saber sobre o futuro do time e mais um pouco durante o lançamento da candidatura do seu escolhido à sucessão, Carlos Miguel Aidar. Falou do destino de Rogério Ceni, que nos próximos dias anunciar se vai ou não se aposentar, aos rumos de Luis Fabiano, cotado para ser negociado.

Comentou da limpeza do elenco para 2014 – o cartola relatou casos de mau comportamento no grupo – às possíveis voltas de Lucas, Cortez e Rhodolfo, recém-negociados. Revelou novidades sobre as frustrações com Jucilei, volante ex-Corinthians ‘namorado’ pelo Tricolor e com um reforço misterioso que por pouco não enganou o experiente cartola.

A renovação de contrato de Muricy Ramalho, o susto do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, a simpatia pelo Bom Senso F.C, a empatia por Ganso e a dúvida com Jadson, o que será do zagueiro Lúcio, todos são assuntos comentados pelo polêmico Juvenal Juvêncio nas linhas a seguir:Mau comportamento no São Paulo

“É um ensinamento. Vimos pontos fracos no elenco, claramente vimos comportamentos. O que faz um atleta fora do expediente? ‘Ah, a diretoria não participa desses planos…’ Participa integralmente! Se o cidadão vai na igreja, é uma coisa, se ele ao invés de ir na igreja vai em outro lugar, é diferente, e isso influi em seu rendimento na partida. A diretoria interfere, sim e fortemente, como sempre o fez e continuará fazendo. Notamos um interesse maior em partidas, nos treinamentos, no vivenciar do dia a dia. Aquilo que não funcionou bem são peças que a gente troca na temporada seguinte.”

Lucas é sonho

“O Lucas – vendido no início do ano por mais de R$ 100 milhões, maior quantia da história do São Paulo, ao Paris Saint-Germain – neste instante é um sonho. É introvertido, demora um pouco mais para sair de Cotia e falar a língua dos franceses, mas vai ser um sucesso. Claro que eu dou um recado, se em algum instante pensar em fazer uma reciclagem, estamos aqui. Mas é muito difícil.”

Luis Fabiano: pode sair

“Não pretendo vender. Entendo que o Luis Fabiano é um grande jogador, se não está bem nesse ou naquele momento é outra coisa. Mas é evidente que essa coisa de não vender no futebol é uma bobagem, se amanhã aparecer uma proposta importante ele vai também, como os outros. Como o Kaká foi vendido, o Neymar foi vendido. É absurdamente natural. É factível a venda de todo e qualquer jogador do mundo da bola.”

Surpresa com Rogério

“Quem sabe dessas coisas do Rogério é um cidadão chamado Juvenal Juvêncio. A ou Z podem falar, quem sabe é o Juvenal Juvêncio. Mas na frente vocês vão saber porquê. Não posso antecipar a renovação, mas diria que tenho esperanças positivas. Acredito que haverá uma surpresa agradável.”

Quase reforço

“Eu me empolguei com um jogador que não vou dizer o nome nesses dias, mandei fazer uma abordagem. Mas me diziam, ‘fora de campo é insuperável, não vá nessa!’ Já passou lá, fez aquilo, passou acolá, fez aquilo. Fez bonito agora? Fez. É episódico.

Mudanças, mas sem estrelas

“Pretendemos dar uma mudada. O São Paulo não foi bem nesta temporada, eu esperava mais. Algumas peças não foram bem. Peças que custaram dinheiro, custaram sacrifício, suor, ousadia. Mas não corresponderam. Tem jogadores que não vamos contar. Não posso falar, mas tem. O São Paulo já trouxe aquele lateral da Portuguesa – Luis Ricardo -, aquele zagueiro que estava lesionado – Roger Carvalho, ex-Bologna. Bons jogadores. Mas quero mais. Não tem nada de estrelas, não. É o cara que joga mesmo, o cara que quer, o cara que carrega o piano. Estamos precisando desses. As estrelas nem sempre dão certo.”

Bom Senso

“Não estão dando a atenção devida a esse movimento dos jogadores, é mais profundo do que se imagina. É mais profundo! Podemos ter uma crise do futebol em uma antevéspera de Copa do Mundo. O São Paulo respeita muito essa movimentação, e essa coisa pode avançar. É um movimento de atletas. Clubes não entram.”

Ganso e Jadson

“O Ganso agora que está mostrando seu grande futebol, pode avançar mais etc. Os outros vão depender de ofertas importantes.”

Muricy

“Outro dia encontrei com ele e falei: ‘Estou correndo, mas vamos renovar rapidamente conforme falamos antes’. Não tem nenhum tipo de problema, vamos renovar.”

Rebaixamento

“Não temi, mas tive cuidado. Quando vi aquela coisa, eu tive cuidado. Fui atrás e acertei.”

Cortez, Rhodolfo, Jucilei e Lúcio

“O Cortez – atualmente emprestado ao Benfica – vou emprestar para um time que quer. E o outro – Rhodolfo, emprestado ao Grêmio – talvez a gente faça uma negociação. Jucilei não vem porque custa muito caro, 5 milhões de euros. O Lúcio – afastado do elenco – vou ver se vendo, empresto.”

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.