04/03/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Cielo foge de Carnaval e Copa para manter ritmo de treinos em 2014

3 min read

Cesar Cielo passará maior parte de 2014 nos EUA para não ser atrapalhado por Copa e Carnaval.

Do ZigZag do Esporte/Natação.

Reuters

Cesar Cielo passará maior parte de 2014 nos EUA para não ser atrapalhado por Copa e Carnaval
Cesar Cielo passará maior parte de 2014 nos EUA para não ser atrapalhado por Copa e Carnaval

O nadador Cesar Cielo definiu o planejamento dos primeiros meses da temporada de 2014 e já tem certeza de que passará janeiro e fevereiro longe do Brasil. Ele seguirá alternando períodos de treino nos Estados Unidos e em São Paulo, sempre com o técnico Scott Goodrich, e deixará País no começo do ano para treinar na Universidade do Arizona, assim como durante a Copa do Mundo de futebol.Goodrich se tornou recentemente treinador chefe da equipe da instituição educativa, o que motivou o surgimento de boatos de que Cielo se mudaria de forma permanente para os Estados Unidos. O brasileiro seguirá com treinos em São Paulo, no Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa e no Clube Paineiras, mas deve ficar fora do Brasil também durante a Copa do Mundo.

“Devo passar um pouco mais de tempo lá do que este ano, mas basicamente indo e voltando. Já tinha decidido que janeiro e fevereiro eu iria para os Estados Unidos ficar longe do Carnaval e do começo do ano que é devagar no Brasil. E estava planejando também o que fazer em relação com a Copa do Mundo para não acabar atrapalhando. É um grande evento, mas a gente tem que continuar treinando”, explicou o brasileiro.

Depois dos primeiros meses nos Estados Unidos, Cielo retorna aos treinos em São Paulo em março para disputar os Jogos Sul-americanos, no Chile, e o Troféu Maria Lenk, em abril. O nadador deve voltar aos Estados Unidos, na sequência, para mais três meses de treino antes de começar a se preparar para o Campeonato Mundial de piscina curta.

Nos períodos longe de casa, Cielo aproveitará o calendário norte-americano, repleto de eventos que permitem aos nadadores manterem ritmo de competição durante quase toda a temporada. O Brasil tem anualmente apenas três torneios que reúnem seus maiores nadadores, os Troféus Maria Lenk, José Finkel e Open.

“O intercâmbio é sempre interessante, mas o segundo semestre aqui está caótico, está triste para a natação. A gente precisa de um planejamento de algum sistema que saia desses três campeonatos. Tem funcionado, mas precisamos de uns menores, mais curtos, mais dinâmicos. Na natação você precisa se testar o tempo inteiro, a gente espera que ano que vem sejam adicionadas algumas coisas”, disse.

Depois do Campeonato Mundial de Barcelona, em que conquistou o inédito tricampeonato dos 50m livre e o bicampeonato dos 50m borboleta, Cielo voltou a competir apenas em novembro, disputando o GP de Minnesota, nos Estados Unidos. Ele encerrará sua temporada disputando o Troféu Open, em 21 de dezembro em Porto Alegre.

 

Fonte: ESPN.com.br com Agência Gazeta Press

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.