25/05/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Flamengo e Cruzeiro empatam com festa no Maracanã

4 min read

Léo Moura coloca a faixa de campeão em Bruno Rodrigo.

Do ZigZag do Esporte/Flamengo 1 x 1 Cruzeiro.

Gazeta Press

Bruno Rodrigo e Hernane disputam bola no Maracanã
Bruno Rodrigo e Hernane disputam bola no Maracanã

Valeu pela alegria. Com dois belos gols de Hernane e Souza, Flamengo e Cruzeiro fizeram a festa dos campeões nacionais e se despediram do Campeonato Brasileiro e de 2013 com um jogo pegado, de belos gols, bolas na trave e grandes defesas.

O clima era de festa. Antes da partida, os times exibiram os troféus do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil. Depois, trocaram as faixas de campeões nacionais nesta temporada. Com um bom público para um jogo que foi considerado até esvaziado por muita gente, o Maracanã viveu mais uma tarde de emoções.

O jogo

Isto porque, apesar de ser amistoso, a partida conteve lances de jogo disputado. Logo aos nove minutos, Paulinho fez uma senhora jogada, driblou três jogadores e o goleiro e só não fez o gol porque Everton salvou em cima da linha.

Gazeta Press

Léo Moura coloca a faixa de campeão brasileiro em Bruno Rodrigo, no Maracanã
Léo Moura coloca a faixa de campeão em Bruno Rodrigo

Com apenas um titular em campo, o zagueiro Bruno Rodrigo, o Cruzeiro assistiu ao início da festa rubro-negra com aquela cumplicidade de convidado que participa da festa. Por isso, aos 13 minutos, o time nem viu Nixon cruzar e a bola cair para Hernane, livre, na grande área. De primeira, o camisa 9 mandou de cabeça para o fundo da rede. Foi seu 36o gol na temporada, o de número 18 no novo Maracanã.

Aos 22 minutos, a estrela de um garoto começou a brilhar no Maracanã. Com apenas 21 anos, o terceiro goleiro do Flamengo, César, fez sua estreia como titular. E o cartão de visitas foi ótimo. Aos 22 minutos, ele fez boa defesa, cara a cara com Luan, que havia sido lançado por Júlio Baptista. A torcida comemorou como se fosse um gol.

Aos 36 minutos, o garoto de novo arrebentou. Em lance na área, Léo tocou no cantinho esquerdo de César, que se esticou todo e salvou o gol praticamente certa com a ponta dos dedos. Em um primeiro tempo festivo, a nota triste ficou por conta da ação enfadonha do árbitro Paulo Henrique GOdoy Bezarra, que expulsou Everton e Carlos Eduardo após uma ameaça mútua de empurrões na disputa por uma cobrança de falta.

Mas nem a patacoada da arbitragem impediu que a festa continuasse no Maracanã. No segundo tempo, a novidade ficou por conta do uniforme do Flamengo: saiu a camisa tradicional, vermelha e preta, e entrou o uniforme número três, todo preto. O futebol do time, então, diminuiu.

Empurrado por um bom número de cruzeirenses no Maracanã, o time celeste foi para cima, provando a força de campeão brasileiro. À essa altura, o técnico Jayme de Almeida já tinha perdido três jogadores por lesão: Paulinho, Amaral e Samir deram vaga a Bruninho, Diego Silva e Chicão.

Após ameaçar duas vezes com Vinícius Araújo e Júlio Baptista, o time mineiro chegou ao empate em um goaço de Souza, de fora da área, sem chances para César. A bola morreu no ângulo esquerdo do goleiro rubro-negro após o volante driblar Luiz Antonio e Diego Silva.

O jogo ficou mais calmo, com as torcidas misturando gritos de tricampeão na arquibancada. A do Flamengo, celebrava a Copa do Brasil. A do Cruzeiro, o Campeonato Brasileiro. Aos 23 minutos, Leuan mandou bola na trave. Aos 26 minutos, César, de novo, fez beíssima defesa em cobrança de falta de Júlio Baptista. Pouco importava. Com a festa no Maracanã, a cabeça dos jogadores estão nas férias e já na Libertadores de 2014.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 1X1 CRUZEIRO

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ) 
Data: 7 de dezembro de 2013 
Horário: 19 horas 
Árbitro: Paulo Henrique Godoy Bezerra (SC) 
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Celso Barbosa de Oliveira (SP)
Cartões amarelos: Léo Moura e Luiz Antonio (FLA) e Bruno Rodrigo, Luan e Vinícius Araújo (CRU)
Cartões vermelhos: Carlos Eduardo (FLA) e Everton (CRU)
Público e renda: 32.624 pagantes / 41.272 presentes / 2.222 cativas / 5.994 gratuidades / R$ 1.304.305,00 
Gols: Hernane (FLA), aos 13 minutos do primeiro tempo; Souza (CRU), aos 18 minutos do segundo tempo.

FLAMENGO: César; Léo Moura, González, Samir (Chicão) e André Santos; Amaral (Diego Silva), Luiz Antonio e Carlos Eduardo; Nixon, Paulinho e Hernane
Técnico: Jayme de Almeida

Fonte: espn.com.br

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.