26/02/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Hotéis da Copa já custam em média 100% mais que no mesmo período de 2013

3 min read

O preço médio nos hotéis das doze capitais escolhidas como sede da Copa do Mundo de 2014, a partir de junho do ano que vem, já está cerca de 100% mais caro que no mesmo período de 2013. A exceção fica por conta dos hotéis em Salvador e Natal, que estão cobrando em média diárias até 250% superiores às praticadas no mesmo período deste ano.

A tendência de elevação nos preços deve ser acentuada conforme o início o Mundial da Fifa (Federação Internacional de Futebol) se aproxima. Os números são resultado de uma pesquisa realizada pelo Fohb (Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil) em 248 hotéis de 26 grandes redes hoteleiras nas capitais que receberão jogos da competição, apresentada ao comitê interministerial do governo federal criado para acompanhar a evolução de preços dos serviços durante a Copa e tentar conter eventuais abusos.

No dia 19, o UOL Esporte revelou que a Fifa, a Match Services AG — operadora de turismo oficial da Fifa que organiza a viagem das delegações e vende pacotes de hospedagem e ingressos VIP para a Copa em todo o mundo — e as grandes empresas estavam dominando as reservas nos hotéis das cidades-sede do mundial de futebol, e assim restava apenas 3% dos quartos para os “torcedores independentes”.

A menor projeção de elevação no preço das diárias dos hotéis durante a Copa é em Cuiabá. Segundo a pesquisa, a elevação média nas diárias está em cerca de 50% nesta época. Justamente na capital do Mato Grosso, o UOL Esporte mostrou no dia 16 que uma parceria entre um hotel da cidade e os portais Decolar.com e Booking.com havia elevado a tarifa em 4.000% nos quatro dias que a cidade recebe jogos do Mundial. Uma noite em quarto simples no hotel três estrelas era vendida por R$ 4.100. O Procon-MT notificou os envolvidos e o negócio foi desfeito.

Em Salvador, o preço médio das diárias está cerca de 200% maior que no mesmo período de 2013 na maioria dos estabelecimentos. Dentre os hotéis da pesquisa, foi utilizada uma amostra de 203 hotéis pertencentes às grandes redes associadas ao Fohb e dentre hotéis independentes nas 12 cidades-sede da Copa. A pesquisa aponta também que em Manaus e Fortaleza o aumento no preço dos quartos de hotéis chega a cerca de 125%. Em Brasília e Belo Horizonte, o aumento médio está em cerca de 90%, enquanto que em Porto Alegre fica na casa dos 80%.

‘Acontece em qualquer lugar do mundo’

De acordo com Flávia Matos, diretora executiva do Fohb, é bom lembrar que o aumento mostrado na pesquisa é o que foi constatado até agora, e que é natural que conforme a Copa se aproxime, a elevação de preços fique cada vez acentuada. “Isso Não é uma particularidade do Brasil, acontece em qualquer grande evento em qualquer lugar do mundo”, diz ela.

Na pesquisa, a entidade patronal das redes de hotéis inclui exemplos para mostrar que a evolução é parecida em outros lugares do mundo. De acordo com o levantamento, as diárias de hotéis ficaram em média quase 100% mais caras no período da Copa em Berlim e Dusseldorf, em 2006, enquanto que em Munique e Colônia não chegou a 75% de elevação. Na Cidade do Cabo, durante a Copa de 2010 na África do Sul, as diárias de hotéis estavam cerca de 130% mais caras que no mesmo período do ano anterior.

 

Fonte: Terra Esportes

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.