26/02/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Bruno Soares minimiza perda da invencibilidade no Brasil Open e mira título nos EUA

2 min read
Divulgação/Rio Open

Bruno Soares e Alexander Peya durante jogo da eliminação no Rio Open
Bruno Soares e Alexander Peya foram eliminados do Rio Open por dupla colombiana e perderam na estreia em SP

Após três anos de invencibilidade no Aberto do Brasil, Bruno Soares voltou a perder na noite desta quarta-feira. Eliminado na estreia por Guillermo Garcia Lopez e Philipp Oswald ao lado do austríaco Alexander Peya, o duplista encarou o revés com naturalidade e já manifestou o desejo de ganhar o Masters 1000 de Indian Wells.

“Isso acontece, ninguém consegue ganhar todas. Eu e o Alex sabemos que não vamos jogar o nosso melhor tênis a todo o momento. O mais importante é que entramos sempre tentando fazer o nosso melhor. Se vai dar certo ou não, já é outra coisa”, afirmou.

Ao lado de Marcelo Melo, Bruno Sores foi campeão do Aberto do Brasil-2011, ainda disputado na Costa do Sauípe. Nos anos seguintes, já em São Paulo, repetiu o feito com o norte-americano Eric Butorac e com o austríaco Alexander Peya, alcançando uma invencibilidade de 12 partidas.

“Realmente, no super tie-break a coisa não andou para o nosso lado”, atestou Bruno Soares, derrotado por Garcia Lopez e Oswald com parciais de 6/3, 4/6 e 7-10. “A gente entra para jogar pensando em título, mas aqui ficou bem longe do esperado”, completou.

Apesar do revés inesperado logo na primeira rodada em São Paulo, Bruno Soares lembrou que o retrospecto na temporada é positivo. Classificada para a última edição do cobiçado ATP Finals, a parceria figura atualmente na oitava colocação do ranking mundial de duplas.

“É importante ver o balanço geral. O ano começou bem. Já temos duas finais (Doha e Auckland), uma semi (Rio de Janeiro) e uma terceira rodada no Aberto da Austrália. Em cinco torneios, esse é o primeiro que perdemos na estreia. Se não deu certo aqui em São Paulo, quem sabe pode dar certo em Indian Wells”, projetou.

Com a derrota na estreia, Bruno Soares e Alexander Peya devem antecipar a viagem para os Estados Unidos. O primeiro Masters 1000 da temporada, nível fundamental para os candidatos a disputar o ATP Finals, tem início previsto para o próximo dia 6 de março.

“Ainda preciso conversar com o Alex para ver exatamente o que vamos fazer. Devemos viajar no final de semana, porque Indian Wells é completamente diferente, com quadra rápida e no deserto. Quanto antes chegarmos, melhor”, disse Soares, semifinalista do torneio em 2013.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.