18/06/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

‘Briga de famíla’ ajuda a afundar os Lakers na NBA

3 min read

DoZigzagdoesporte por espn.com.br/NBA.

Getty

Jeanie Buss e Jim Buss, principais herdeiros dos Lakers não se entendem
Jeanie Buss e Jim Buss, principais herdeiros dos Lakers não se entendem

Já se foram os tempos de “showtime”, Magic Johnson e cia na década de 80, Shaq e Kobe nos anos 2000. Hoje em dia, o Los Angeles Lakers amarga uma temporada oposta a que está acostumado a viver, a pior de sua história.

Um dos principais responsáveis pelo crescimento dos Lakers, Jerry Buss morreu em 2013, aos 80 anos. A desejo de muitos, inclusive do próprio patriarca, a franquia não deve sair do controle da família Buss, mas é exatamente aí que pode estar o problema.

A franquia nos dias de hoje é controlada coletivamente pelos seis filhos de Jerry Buss: Johnny, Joey, Jesse, Janie, Jim e Jeanie. Os dois últimos são os que têm maior participação nas diretrizes do clube.

Jeanie Buss já viveu um estilo de vida bem diferente do atual. “Patricinha”, ela posou para a Playboy em 1995. Cinco anos depois, trocou os ensaios fotográficos pelo cargo de vice-presidente executiva do Los Angeles Lakers e começou a namorar o então técnico do time, Phil Jackson. Já Jim Buss iniciou sua carreira na franquia como gerente-geral assistente em 1998 e passou a ser o vice-presidente da franquia em 2005, tomando as decisões de dentro da quadra.

Fato é que as relações entre os dois não é das melhores. E muitas lendas da história dos Lakers não têm o mesmo apreço por Jim que tinham por Jerry. “Eu amo o Dr. Buss. Eu não acredito em Jim Buss”, disse Magic Johnson, durante um de seus comentários pela ESPN na última temporada após os Lakers contratarem Mike D’Antoni como técnico enquanto o grito das arquibancadas clamava pela volta de Phil Jackson.

Os Lakers chegaram a entrevistar Phil Jackson para o cargo, mas decidiram ir com D’Antoni de repente. O relacionamento de Buss com seu cunhado especula-se também não ser dos melhores. “Temos um relacionamento casual”, disse Jackson, no ano passado.

Mike D’Antoni não é a primeira “bola fora” de Jim Buss à frente dos Lakers. Foi ele que decidiu dar um contrato de 5 anos e US$ 30 milhões a Rudy Tomjanovich após a saída de Phil Jackson em 2004. Tomjanovic cumpriu apenas 6 meses do seu vinculo antes de se demitir. Após a aposentadoria de Jackson, em 2011, Jim trouxe Mike Brown, que ficou um ano na franquia antes de ser chutado.

Getty

Jeanie Buss irá se casar com Phil Jackson
Jeanie Buss irá se casar com Phil Jackson

As decisões relacionadas ao time, por sinal, são motivo de polêmica entre os herdeiros de Jerry Buss. Jim e Jeanie têm filosofias de trabalho diferentes. E apesar de dizerem que o Los Angeles Lakers é uma democracia, Jim deixa sua irmã de fora.

“Meu irmão toma as decisões relacionadas a basquete. Eu tenho uma opinião diferente e vou continuar a ter porque meu pai acreditava que isso daria certo. Eu ficaria mais confortável se entendesse o processo de decisão, e eu nem sempre estou envolvida nele. Ser reconhecida pela Liga e não ter uma cadeira na mesa quando as decisões são feitas é complicado”, disse Janie, em uma entrevista à revista “Hollywood Reporter” no ano passado.

“Eu não comando a franquia. Nós comandamos como uma família. Eu sou apenas uma figura. Eu posso colocar meu nome em uma decisão, mas não posso toma-las sozinho”, rebateu Jim.

Os Lakers podem estar vivendo a pior temporada de sua história. Mas com Jerry Buss não mais comandando a franquia, as crises nos bastidores podem fazer com que os queridinhos de Los Angeles se acostumem com a mediocridade.

Veja lances de Los Angeles Clippers 142 x 94 Los Angeles Lakers pela temporada regular da NBA

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.