13/04/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Atacante que teve arritmia no Vasco era visto como ‘touro’ por ex-clubes

2 min read

A arritmia sofrida por Everton Costa durante a vitória sobre o Resende por 1 a 0, pela Copa do Brasil, pegou muita gente de surpresa no Vasco e em outros clubes em que o atacante jogou. Bahia e Santos afirmaram que o atleta nunca teve nenhum problema parecido e que estão à disposição do Cruzmaltino para qualquer necessidade.

No período em que esteve no Coritiba, de 2011 a 2013, Everton Costa só esteve no departamento médico para tratar lesões. E, segundo o ex-diretor de futebol do Coxa, Felipe Ximenes, o atacante é um ‘touro’.

“Essa história foi uma surpresa. Ele nunca teve nada aqui no clube. Ele é forte, um touro. Todas as contusões foram por algum trauma. Eu vou ficar na torcida pela recuperação dele”, afirmou Ximenes.

E não foi apenas o dirigente que assegurou que Everton Costa nunca teve nenhum problema cardíaco. O médico Marcos Lopes trabalhou com o jogador durante sua passagem pelo Bahia, em 2010, e assegurou que o atacante passou por todos os procedimentos cabíveis.

“Ele sempre foi aprovado em todos os exames. Inclusive olhei o checklist dele e vi que nunca deu entrada no departamento médico por algo parecido. Aqui no Bahia nós temos um cardiologista que é especialista em arritmia e o Everton nunca teve nenhum problema”, ressaltou Marcos Lopes.

Antes de se transferir para o Vasco, Everton Costa defendia o Santos. Surpreso com a situação do atleta, o médico do clube, Mauricio Zenaide, disse que caso o Gingante da Colina precise de algo, o Santos está à disposição para ajudar e repassar os exames.

Ao que tudo indica, Everton Costa ficará internado até o domingo. A expectativa é que um diagnóstico completo sobre a sua situação seja divulgado na próxima quarta-feira. Por enquanto ele seguirá sendo poupado dos jogos do Vasco.

“Ele é um bom atleta, que sempre passa por exames e tem bons resultados nos testes físicos. Fez pela última vez no dia 9 de janeiro e deu tudo normal. Caso contrário, não estaria jogando no Vasco. É uma situação que precisa ser investigada”, declarou Clóvis Munhoz, médico do Vasco.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.