25/06/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Racista, dono dos Clippers tem histórico de preconceito e controvérsias

3 min read

Por Gustavo Faldon, do ESPN.com.br.

Getty

Donald Sterling, dono dos Clippers
Donald Sterling, dono dos Clippers

O episódio deste final de semana de racismo de Donald Sterling, que disse a sua mulher que não quer que negros frequentem os jogos da franquia da qual ele é dono, é só o mais recente dentre as polêmicas discriminatórias envolvendo o proprietário do Los Angeles Clippers.

Em 2005, a ESPN dos Estados Unidos divulgou que Sterling teve que pagar uma multa de US$ 2,73 milhões (cerca de R$ 6 milhões), acusado pelo departamento de Justiça norte-americano de se recusar a alugar apartamentos para hispânicos, negros e famílias com crianças.

Quatro anos mais tarde, o empresário foi processado pelo ex-jogador da NBA e antigo gerente-geral dos Clippers Elgin Baylor e novamente pelo departamento de Justiça. No caso com Baylor, o ex-atleta alegou discriminação de idade e raça.

O processo dizia que Sterling contou para Elgin Baylor que queria encher seu time com “negros pobres do sul do país e um técnico branco”. A ação judicial também alegou que durante as negociações com o ex-jogador Danny Manning o dono da franquia disse estar “oferecendo muito dinheiro para um negro pobre”. Baylor também afirmou na Justiça que “enquanto o treinador caucasiano estava assinando um contrato de quatro anos por US$ 22 milhões (R$ 49 milhões), seu salário seguia sendo e US$ 350 mil desde 2003”.

Em 2009 novamente a Justiça norte-americana processou Donald Sterling alegando que o dono dos Clippers se negou a alugar um de seus apartamentos para clientes não coreanos em um bairro tipicamente asiático e outro para afro-americanos em Beverly Hills.

Donald Sterling tem cerca de cinco mil apartamentos disponíveis para alugar na região metropolitana de Los Angeles. Mas as polêmicas imobiliárias não param por aí.

Em 2006, a fundação de caridade que leva o nome de Donald Sterling havia se comprometido a pagar US$ 50 milhões (R$ 112 milhões) por um terreno no centro de Los Angeles para prestar serviços às pessoas sem moradia da região, mas nada foi feito. Sterling comprou o terreno apenas pelo seu valor imobiliário e sua fundação não cumpriu a promessa.

Em quadra, o cartola também já teve episódios de polêmica. Em 2010, por exemplo, foi revelado que ele ficou provocando alguns de seus jogadores, em especial o ex-armador Baron Davis, da sua cadeira à beira da quadra. Algumas frases ditas por Sterling eram “Por que você está no jogo?”, “Por que você chutou essa bola?” e “Você está fora de forma”.

Se tratando de Donald Sterling, o caso de racismo é lamentável, mas não surpreende.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.