16/06/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Jogadores do Clippers protestam contra declarações racistas de dono do time

4 min read

Do Zigzagdoesporte por AFP.

As alegadas declarações racistas de Donald Sterling, dono dos Los Angeles Clippers, foram respondidas com um protesto de seus próprios jogadores antes de uma partida da NBA neste domingo.

No aquecimento antes de enfrentar o Golden Warrior State, os atletas do Los Angeles se reuniram no centro da quadra e se despiram de seus uniformes, depositando-os no chão.

Eles continuaram a preparação com camisas vestidas ao contrário de maneira que não se mostrassem os símbolos da equipe.

As declarações creditadas a Sterling (de que por exemplo, ele não gostaria de ver negros nas arquibancadas dos jogos do time) foram alvo de repúdio de várias personalidades ao longo de todo o fim de semana.

 

Obama chama dono do Clippers de ‘ignorante’ por comentários racistas.

Do UOL, em São Paulo.

KUALA LUMPUR, 27 Abr 2014 (AFP) – O presidente americano, Barack Obama, chamou de “ignorante” o dono do Los Angeles Clippers (NBA), Donald Sterling, após a divulgação de um áudio com declarações racistas que seriam do dirigente esportivo.

“Não acho que deva interpretar essas declarações para vocês. Elas falam por si só”, afirmou Obama, de Kuala Lumpur, onde o primeiro presidente negro dos Estados Unidos está em visita oficial.

“Quando pessoas ignorantes querem alardear sua ignorância, você realmente não tem de fazer nada, só deixá-las falar”, acrescentou Obama, que qualificou as declarações como “incrivelmente ofensivas” e “racistas”.

“Suspeito que a NBA terá muito interesse em resolver isso”, completou o presidente, um grande fã de basquete.

Obama destacou que há muitos jogadores negros na NBA, motivo pelo qual a liga profissional norte-americana se encarregará de punir os comentários de Sterling.

O presidente destacou ainda que a situação no país mudou, apesar de continuar suportando o peso da herança da escravidão e da segregação.

“Devemos ser constantes e firmes na denúncia (do racismo), educando nossos filhos de maneira diferente, mas também animados com o fato de que uma das razões pelas quais essas declarações fazem tanto ruído é porque a percepção que temos de nós mesmos (os americanos) mudou”, frisou.

Áudio chocante O escândalo estourou quando o site TMZ divulgou o áudio de uma suposta conversa de Sterling com sua namorada – conhecida apenas pela inicial V e o sobrenome Stiviano e que, aliás, é descendente de negros e mexicanos.

O cartola teria sido ouvido criticando V. Stiviano por publicar uma foto dela ao lado do lendário armador Magic Johnson na rede social Instagram.

“Fico chateado com o fato que você queira mostrar sua associação com pessoas negras. Você realmente precisava fazer isso”, diz a voz atribuída da Sterling no áudio.

“Você pode ‘dormir’ com eles (os negros), pode levá-los para sua casa, fazer o que quiser. O pouco que estou lhe pedindo é não fazer publicidade em torno disso e não trazê-los para os meus jogos”, acrescenta.

“Nos seus Instagrams nojentos, você não precisa aparecer andando ao lado de negros”, completa.

Vários ex-jogadores e atuais estrelas exigiram duras sanções da NBA contra o proprietário mais antigo da liga, levando-se em conta que não é a primeira polêmica protagonizada por Sterling. Ele é presidente do Clippers desde 1981.

Craques da NBA protestam Kobe Bryant, astro da outra equipe de Los Angeles, o Lakers, deixou claro que “não poderia jogar para Sterling”.

Le Bron James, atual bicampeão com o Miami Heat, foi um dois primeiros a mostrar indignação pelas declarações do dirigente. “Não há lugar para Donald Sterling na NBA. Adam Silver (o novo comissionário, mais alto dirigente da liga) precisa fazer algo”, pediu o jogador.

“O áudio gravado pelo TMZ foi realmente ofensivo e perturbador. Vamos investigar o caso o mais rápido possível”, prometeu Silver, no sábado.

“Essa situação está sendo injusta para os jogadores e para o técnico do Clippers, que precisam lidar com isso no meio de uma série muito competitiva”, completou.

A equipe de Los Angeles está disputando a primeira fase dos playoffs da Conferência Oeste contra o Golden State Warriors e está em vantagem por 2 a 1 no melhor de sete jogos.

O presidente do Clippers, Andy Roeser, tentou defender o dono da equipe, ao alegar que os comentários não refletiam “suas verdadeiras opiniões sobre assuntos raciais”.

Roeser acrescentou que Stiviano está sendo processada pela família de Sterling, que acusa a namorada do cartola de ter desviado US$ 1,8 milhão. “A mulher disse a Sterling que iria se vingar”, revelou o presidente do clube.

 

Notícias relacionadas

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.