16/06/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Ex-UFC Tito e Rampage vencem no Bellator; ‘clone de Anderson’ nocauteia; confira as imagens.

3 min read

UOL Esporte.

O Bellator 120, neste sábado, teve dois ex-campeões do UFC em ação e, apesar das enormes dúvidas em relação às condições de ambos ainda terem condições de fazer algo dentro do cage, ambos surpreenderam e venceram. Quinton “Rampage Jackson liderou o card e ficou com uma vitória discutível contra Muhammad Lawall, o King Mo. Quem brilhou mesmo foi Tito Ortiz, com uma finalização pra cima do duro Alexander Shlemenko. E o card ainda teve um “clone de Anderson Silva” fazendo valer o apelido.

Na luta principal da noite, King Mo tentou fazer valer seu plano de jogo de derrubar e castigar no ground and pound, mas não conseguiu ser 100% eficiente. Rampage mostrou estar ainda em forma, apesar de já ter 35 anos e de ter sido demitido do Ultimate após três derrotas. Agora já são três triunfos seguidos no Bellator – os dos primeiros foram nocautes.

Apesar da vitória nas papeletas, o resultado já deu abertura a uma revanche. King Mo se mostrou inconformado com a derrota por decisão unânime. Rampage também falou em revanche e pode ser que tenhamos ambos em ação novamente.

“Não estou satisfeito com minha vitória, eu queria ter nocauteado King Mo. Não vou ficar satisfeito até ele deitar e dormir na lona do Bellator”, disse Rampage, que na pesagem empurrou e insultou o rival. King Mo também bradou: “Me demitam se não gostam de mim, mas eu venci essa luta.

Tito Ortiz: ‘estou de volta’

Com o apoio do técnico brasileiro Rafael Cordeiro, Tito Ortiz voltou a lutar depois de quase dois anos parado. E a expectativa não era boa para encarar Alexander Shlemenko, russo casca grossa que vinha de 13 vitórias consecutivas. Mas, não é ele conseguiu?

Ainda no primeiro round, Tito mostrou que está com o wrestling em dia, derrubou o russo e passou às costas. Em poucos instantes, colocou o rival de costas e rapidamente partiu para um katagatame. Shlemenko não bateu e o árbitro teve de intervir e encerrar o combate.

“Adivinha quem está de volta? Eu trabalhei muito para isso. Eu passei por muitas cirurgias e as pessoas me colocavam para baixo, eu perdi lutas, e as pessoas. UFC, você pode me tirar do Hall da Fama, mas eu não serei esquecido pelos fãs de MMA”, disse ele.’

Clone de Anderson Silva

Michael Page ganhou a fama de “clone de Anderson Silva” pelo jeitão de lutar parecido com o do brasileiro – muitas firulas e nocautes fulminantes e surpreendentes. E no Bellator ele mantém a fama até aqui.

Ele abriu o card principal contra Ricky Rainey, no peso meio-médio, e venceu no primeiro round. Com muitas brincadeiras e até lutando sem olhar para o rival, ele acertou um único e conquistou o nocaute. Foi sua sexta vitória em seis lutas – são quatro nocautes e duas finalizações.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.