25/06/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Flu negocia reforços: Henrique definido, entendimento com Nem e tentativa por Cícero

4 min read
Por Tiago Leme, do Rio de Janeiro (RJ), para o ESPN.com.br.
Getty

Wellington Nem quer voltar às Laranjeiras
Wellington Nem quer voltar às Laranjeiras

Antes mesmo da parada do Brasileirão para a Copa do Mundo, a diretoria do Fluminense está se mexendo em busca de reforços para o segundo semestre de 2014. No momento, o Tricolor tem três nomes em pauta e cada um deles está em um estágio diferente de negociação.

A contratação do zagueiro Henrique está praticamente definida. Existe o interesse de ambas as partes e um entendimento para o retorno do atacante Wellington Nem. E o meia Cícero é um alvo do clube.

Com poder financeiro limitado para qualificar o elenco, o Fluminense deve contar mais uma vez com a ajuda da parceira Unimed. Depois de um período turbulento na relação, o presidente Peter Siemsen e Celso Barros, mandatário da patrocinadora, parecem ter voltado a se entender. Os dois, inclusive, assisitiram juntos à goleada sobre o São Paulo por 5 a 2, na quarta-feira, e até se abraçaram em um camarote no Maracanã.

Os três jogadores em questão têm Eduardo Uram como empresário. Henrique já definiu a sua saída do Bordeaux, onde tinha vínculo até o fim de 2015, e já tem tudo acertado financeiramente com o Fluminense. Resta agora apenas a assinatura do contrato com o atleta formado no Flamengo, hoje com 31 anos, que deve ter duração de dois anos.

Getty

Henrique, ex-Bordeaux, está perto do Flu
Henrique, ex-Bordeaux, está perto do Flu

“O Henrique deve assinar na semana que vem. Já está tudo praticamente definido entre ele e o Fluminense, não haverá problemas”, afirmou Paulo Angioni, diretor executivo do Flu, ao ESPN.com.br.

A situação de Wellington Nem também deve ter um final feliz para a torcida tricolor. O atacante demonstrou interesse de retornar às Laranjeiras, e a diretoria do Flu já enviou uma carta para o Shakhtar Donetsk tentando empréstimo. Pouco aproveitado na Ucrânia desde que chegou no meio do ano passado, Nem deve ser liberado sem maiores resistências pelo clube europeu. Ele está em contato direto com os ex-companheiros de Fluminense, já visitou treinamento e foi ao Maracanã na quarta.

“Temos o início de um entendimento financeiro e encaminhamos uma carta para o Shakhtar. O jogador só poderá atuar depois que abrir a janela de transferências, então ainda não existe uma data certa para a definição disso. Mas claro que existe a pressa de ter um conforto de negociação fechada”, explicou Angioni.

O empresário Eduardo Uram também confirmou as conversas ao ESPN.com.br: “O Wellington Nem não tem pressa nenhuma, a situação dele está sendo resolvida lá na Ucrânia. Como ele só poderia vir na janela, não tem urgência. Mas existe o interesse mútuo, do jogador e do Fluminense. Ele quer jogar no Fluminense, mas vários outros clubes também estão interessados”.

Divulgação/Flickr

Cícero, do Santos, interessa ao Flu
Cícero, do Santos, interessa ao Flu

Por fim, o Fluminense também tenta a contratação do meia Cícero, mas a chegada do reforço não é vista com otimismo pelos dirigentes. O Santos tem o interesse de negociar o atleta, mas os valores são altos, e o Tricolor não pretende usar Rafael Sóbis ou Wagner como moeda de troca, como foi sugerido pela equipe paulista.

Eduardo Uram preferiu não dar maiores detalhes sobre a situação, Paulo Angioni deixou claro o interesse do clube carioca em Cícero, mas mostrou desânimo em um acerto. O meia completou seis jogos pelo Santos no Brasileiro nesta quinta-feira, contra o Goiás, limite para a transferência para outra equipe do campeonato. Se qusier ir para o Flu, ele não poderia mais entrar em campo nas três rodfadas restantes antes da parada para a Copa.

“Há o interesse no Cícero, mas não acredito que a contratação se conclua para este ano. Existe o o desejo do Santos de ter o dinheiro, e não existe a disponibilidade desse dinheiro agora no Fluminense. Pode ser que a negociação fique para o ano que vem”, afirmou o diretor executivo do Flu.

Angioni e o vice de futebol Mário Bittencourt estão tendo conversas frequentes com o técnico Cristóvão Borges, para definirem reforços para formar um elenco capaz de suportar a maratona de jogos no segundo semestre e lutar pelos títulos do Brasileirão e da Copa do Brasil.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.