16/06/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Sonnen e Wanderlei se estranham em Vegas; Dana critica produção do TUF.

2 min read

Do Zigzagdoesporte por  UOL, em São Paulo .

O clima mais uma vez esquentou entre Chael Sonnen e Wanderlei Silva. Dessa vez o palco foi o MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, que recebe neste sábado o UFC 173. Durante a coletiva de imprensa para anunciar as vendas de ingressos para a edição 175 do evento, que terá o combate entre os dois, os lutadores foram chamados ao centro do palco para uma encarada e quase promovem outra briga.

Convocados por Dana White, Wanderlei e Sonnen começaram a se provocar. A situação ficou tensa e ambos começaram a partir para cima um do outro. Provocativo, o norte-americano fez gestos de que estava “tremendo de medo” do brasileiro. Irritado, Wand tentou peitar o adversário e as coisas só se acalmaram quando White separou os dois com auxílio da segurança.

Durante a entrevista, o norte-americano fez o que melhor sabe: provocar. Em diversas oportunidades, Sonnen atacou o brasileiro ao dizer que Wanderlei só sabe contar até 11.

“Eu sei o que ele está pensando agora. Ele está perguntando para si: “existe algum número maior do que 11?”, disse o americano.
Sonnen também atacou a carreira de Wanderlei, que foi campeão do Pride.

“Eu estava assistindo esse idiota vir do Japão com o cinturão. Pensei: ‘quero chutar o traseiro desse cara’. Ele não teria sido campeão se eu estivesse no Pride”, alfinetou.

A resposta de Wanderlei foi curta e grossa. O brasileiro prometeu fazer o americano “engolir tudo o que disse”.

“No dia da luta eu vou mostrar que ele vai engolir tudo o que disse”, afirmou.

Durante a entrevista, Dana White voltou a falar sobre a briga dos dois nas gravações do TUF Brasil, transmitido pela Globo. O presidente da entidade chamou para si a responsabilidade pelo o ocorrido ao dizer que a produção do programa possui parte da culpa pela confusão porque permitiu que o confronto acontecesse.

“Esses caras não se gostam. As pessoas que estavam na produção no Brasil não deveriam deixar a situação chegar ao ponto de um colocar a mão no outro. Eles fizeram isso. Assumimos a responsabilidade por isso”, disse.

A coletiva também contou com as presenças de Chris Weidman e Lyoto Machida, além de Ronda Rousey. Todos vão lutar no UFC 175, marcado para o dia 5 de julho

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.