22/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Croácia faz 4, atropela Camarões e entra na briga por oitavas; confira todos os detalhes da vitória croata.

4 min read

Marcus Alves, de Manaus (AM), para o ESPN.com.br.

Foi a vitória da melhor técnica e organização tática, contra o descaso e desorganização.

Durante esse período, a Croácia deixou tudo de lado. A memória do juiz japonês Yuichi Nishimura, as condições descritas por sua comissão técnica como ‘desumanas’ para atuar em Manaus e até mesmo o escândalo com as fotos de jogadores nus que, segundo o auxiliar Robert Kovac, vinha distraindo o elenco.

A seleção croata retomou a sua concentração por um objetivo maior e, com facilidade, despachou Camarões para casa e goleou por 4 a 0 nesta quarta-feira, na Arena da Amazônia.

Com o resultado, o time entra na última rodada dependendo de si mesmo em confronto decisivo com o México na próxima segunda-feira, na Arena Pernambuco, no Recife, para assegurar vaga nas oitavas de final. No mesmo dia, o Brasil recebe Camarões em situação confortável e tenta afastar qualquer possibilidade de zebra no Estádio Nacional, em Brasília.

Quem passar enfrenta Chile ou Holanda na fase seguinte – ainda depende da posição final de cada grupo.

O baile croata começou com o oportunista Ivica Olic aos 11 minutos do primeiro tempo. Darijo Srna tentou cruzamento para Mandzukic, Nkoulou afastou, mas entregou nos pés de Perisic. O meio-campista passou de primeira para Olic, sozinho, apenas completar para a rede. Na volta do intervalo, Perisic aproveitou falha adversária, bateu a marcação em velocidade e chutou colocado para fazer o segundo aos 2. Mandzukic ainda fez mais dois.

REUTER

Torcedor de Camarões na arquibancada da Arena da Amazônia, em Manaus
Torcedor de Camarões na arquibancada em Manaus

Ao contrário do que se esperava, o jogo não contou com o calor infernal do confronto entre Inglaterra e Itália, na semana passada. Choveu durante boa parte do dia em Manaus.

Ainda com um problema no joelho direito, Samuel Eto’o seguiu de fora nesta quarta-feira – ele chegou a entrar em campo no aquecimento, mas teve de se contentar em esquentar o banco de reservas mais uma vez. Na sua ausência, o técnico alemão Volker Finke apostou no jovem jogador Vicent Aboubakar. O meia-atacante do Lorient respondeu bem.

Foi dele a iniciativa de levar Camarões ao ataque nos primeiros minutos. Em combinações pela direita com Moukandjo, Aboubakar carregava a bola, conseguia tirar a marcação, mas sempre acabava preso na hora de finalizar.

O domínio era quase todo camaronês. Aos 11 minutos, no entanto, em excelente linha de passe, Perisic pegou sobra de bate-rebate na área e, com extrema inteligência, mandou de bate-pronto para Olic abrir o placar.

A partir de então, os croatas, enfim, fizeram prevalecer a maior qualidade técnica. A vantagem dos europeus poderia ser ainda maior antes da ida para os vestiários. Mandzukic e Perisic, duas vezes, estiveram próximos de ampliar. Ficaram no quase, mas toda essa pressão fez com que o volante do Barcelona, Alexander Song, perdesse os nervos e, na volta de um contra-ataque, acertasse Mandzukic com uma cotovelada nas costas. Não teve conversa: cartão vermelho direto.

Se a tarefa camaronesa não estava fácil, ela foi praticamente por água abaixo aos 2 minutos do segundo tempo, em saída de bola equivocada de Itandje, corte de cabeça de Perisic e corrida em velocidade do destaque do Wolfsburg para encaminhar a vitória croata com um toque na saída do goleiro.

O brasileiro naturalizado croata Sammir ainda teve boa chance na sequência e chutou na rede pelo lado de fora. Chateado com a finalização, foi vaiado depois de tentar devolver a bola na placa e assustar a torcida.

Mandzukic, que retornava no lugar de Jelavic e vinha fazendo bem o seu papel na área, selou a sua volta em cobrança de escanteio que subiu sozinho no meio da área para colocar na rede aos 16 minutos. Ainda sobrou tempo para o centroavante aproveitar rebote de chute de Eduardo Silva e aumentar a conta aos 27.

O ritmo do encontro diminuiu em seus instantes finais e a Croácia apenas administrou a sua vantagem. Camarões, por sua vez, ainda acertou o travessão com Webo e viu Moukandjo e Ekotto se desentenderem em campo e bateram cabeça com cabeça.

FICHA TÉCNICA:
CAMARÕES 0 X 4 CROÁCIA

Local: Arena da Amazônia, em Manaus (AM)
Data: 18 de junho de 2014, quarta-feira
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Pedro Proença (POR)
Assistentes: Bertino Miranda (POR) e José Trigo (POR)
Cartão amarelo: Eduardo da Silva (Croácia)
Cartão vermelho: Song (Camarões)
Gols: Olic, aos dez minutos do primeiro tempo, Perisic, aos dois minutos do segundo tempo, e Mandzukic, aos 15 e aos 27 minutos do segundo tempo

CAMARÕES: Itandje; Mbia, Nkoulou, Chedjou (Nounkeu) e Assou-Ekotto; Matip, Song e Enoh; Moukandko, Choupo-Moting (Salli) e Aboubakar (Webo)
Técnico: Volker Finke

CROÁCIA: Pletikosa; Srna, Corluka, Lovren e Pranjic; Modric e Rakitic; Perisic (Rebic), Sammir (Kovacic) e Olic (Eduardo da Silva); Mandzukic
Técnico: Niko Kovac

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.