14/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Bicampeã, Kvitova diz que Wimbledon ‘significa tudo’ para ela.

3 min read

Do Zigzagdoesporte por ESPN.com.br com agência Gazeta Press.

GETTY

Tcheca Petra Kvitova comemora a vitória sobre Eugenie Bouchard
Tcheca Petra Kvitova comemora a vitória sobre Eugenie Bouchard

Depois de dois anos, Petra Kvitova voltou a sorrir no All England Club, em Londres . A tcheca arrasou a jovem canadense Eugenie Bouchard, com direito a um pneu no segundo set, na final de Wimbledon, neste sábado, que terminou com a vitória da cabeça de chave número seis por 2 sets a 0. Em entrevista após o duelo, Kvitova não conseguiu esconder sua felicidade em conquistar o bicampeonato na grama inglesa e demonstrou intimidade com a competição.

“Definitivamente, isso significa tudo. Quero dizer, é Wimbledon. A história do tênis é aqui. Eu realmente sinto que estou em casa. Tive altos e baixos depois do meu título em 2011, mas eu trabalhei duro e acreditei em mim mesmo, e minha equipe também acreditou em mim”, comemorou a tcheca, que ainda acrescentou. “Fizemos um bom trabalho e estou feliz por tê-lo conquistado (Wimbledon) pela segunda vez”.

Com uma partida praticamente impecável, Kvitova também explicou como fez para neutralizar Bouchar por todo o confronto.

“Eu sabia que podia jogar bem na grama, mas eu realmente joguei muito bem hoje. Eu sabia exatamente o que eu tinha de fazer para vencê-la. Eu fiz tudo que podia no momento certo. Eu estava muito focada para cada ponto. Eu sabia que eu tinha que ir para a frente em cada winner, eu estava jogando para empurrá-la para trás, e sim, consegui fazer isso”.

A sexta melhor tenista do mundo ainda cravou: “Ela (a final) definitivamente foi um dos melhores jogos que eu já fiz”.

Já a número 13 do ranking da WTA, a canadense Bouchard, coube apenas lamentar, admitir a superioridade da adversária e elogiar o tênis jogado por Kvitova.

“Ela tem muitas armas. Sabemos que quando ela está ligada, ela é muito difícil de bater, especialmente nesta superfície (a grama). Ela esteve na final antes (em 2011), e eu só tenho que lhe dar crédito. Ela mereceu ganhar hoje”.

Depois de chegar às fases finais nos últimos dois Grand Slams – semifinal de Roland Garros e final de Wimbledon – Bouchard só pensa em descansar para recarregar as baterias e voltar bem para a segunda parte da temporada.

“Agora eu quero ficar com a minha família e minha equipe. Eu definitivamente vou voltar para Montreal e descansar um pouco. Já faz um tempo desde que eu estive em casa. Mas, por enquanto, apenas não vou pensar em uma raquete por alguns dias, pelo menos. Talvez uma semana, vamos ver como vai ser”.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.