22/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Barcos marca, mas Grêmio ‘dorme’ e cede virada ao Vitória no Barradão; confira todos detalhes da virada rubro-negra.

4 min read

Do Zigzagdoesporte.com.br por UOL, em Porto Alegre.

Vitória x Grêmio
O Vitória venceu o Grêmio de virada no Barradão.
Caio atacante do Vitória
Caio marcou os gols da na virada rubro-negra.

Grêmio e Vitória fizeram um jogo onde cada time foi melhor em um tempo. No começo, o time gaúcho abriu o placar com Barcos e teve chances para ampliar. Porém ‘dormiu’, cedeu a pressão da equipe baiana e levou dois gols de Caio – um deles em um pênalti polêmico. E assim, à espera da estreia de Felipão, acabou derrotado por 2 a 1 neste sábado, no Barradão, em confronto válido pela 13ª rodada do Brasileirão.

Para o Vitória o resultado é importantíssimo. O time dirigido por Jorginho chega aos 14 pontos e mais: conquista o primeiro triunfo no Barradão nesta temporada. Já o Grêmio acumula a segunda derrota consecutiva e continua parado nos 19 pontos.

Barcos, criticado pelos torcedores, chegou a três gols nas últimas duas partidas, mas a irregularidade do Grêmio custou caro. Melhor e bem superior até o intervalo, o time comandado pelo interino André Jardine parou na etapa final e assistiu o Vitória insistir – com muito mais vontade do que qualidade. Teve erros defensivos e falta de pontaria.

Fases do jogo: O Vitória tentou impor velocidade no começo do jogo, com Caio e Marcinho, mas o Grêmio respondeu com Dudu e Giuliano. Melhor para a dupla do Grêmio – respaldada por Riveros e Edinho. Foi de Dudu o toque por cima da zaga para Barcos dominar e chutar, sem deixar a bola cair. A finalização aos 11 minutos abriu o placar e mudou o jogo.

A vantagem deu moral ao Grêmio e abalou o Vitória, que passou a errar mais tanto na defesa quanto no ataque. A melhor chance dos donos da casa em todo o primeiro tempo foi com Luis Aguiar. Ele chutou da entrada da área e Marcelo Grohe defendeu com o antebraço. Alemão caiu dentro da área após dividida com Pedro Geromel e o time baiano pediu pênalti, mas não levou.

Até o intervalo, o Grêmio teve outras duas oportunidades vivas para marcar. Outra vez com Barcos, que recebeu um lançamento longo e preciso de Dudu, cortou para o meio e chutou buscando uma bola colocada. E mais tarde com Breno, seguro na marcação e que se arrisco a finalizar cruzado aos 43 minutos.

No segundo tempo o Vitória se soltou mais para o ataque e inverteu o cenário. O Grêmio, em vantagem, parecia desleixado e não ficou impune. Logo com 1 minuto Caio assustou ao cruzar da direita e acertar a trave, visivelmente sem querer. A resposta da equipe gaúcha saiu com Luan, que chutou por cima. E no lance seguinte, fazendo valer a máxima de quem não faz o gol acabando levando, os donos da casa empataram.

Caio ganhou de Geromel no ar e desviou de cabeça, vencendo um Marcelo Grohe imóvel: 1 a 1. O Grêmio tentou reagir, porém não conseguiu. E aos 31 minutos a inversão foi total. Dinei se chocou com Edinho e caiu na área. Pênalti marcado. Caio cobrou no canto esquerdo, Grohe espalmou para o meio da área e o camisa 7 só empurrou para o gol.

Melhor: Caio – atacante do Vitória fez um primeiro tempo discreto, mas depois do intervalo acertou a trave. Marcou de cabeça aproveitando vacilo da zaga do Grêmio e ainda cobrou pênalti, balançando a rede no rebote.

Pior: Edinho – volante errou passes e desarmes. Foi quase nulo na marcação e ainda se envolveu no lance polêmico que definiu o resultado. Aos 30 do segundo tempo se chocou com Dinei no lance interpretado por Sandro Meira Ricci como pênalti.

VITÓRIA 2 X 1 GRÊMIO

Data: 02/08/2014 (sábado)
Local: Barradão, em Salvador
Árbitro: Sandro Meira Ricci (PE)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Marcelo Van Gasse (SP)
Gols: Barcos, aos 11 minutos do primeiro tempo; Caio, aos 13 minutos e aos 31 minutos do segundo tempo.

VITÓRIA
Wilson; Ayrton, Alemão, Cadu e Euller (Tarracha); Luis Aguiar, Richarlyson (William Henrique), José Welison, Marcinho e Caio (Luiz Gustavo); Dinei
Técnico: Jorginho

GRÊMIO
Marcelo Grohe; Pará, Geromel, Rhodolfo e Breno; Edinho, Riveros, Dudu (Everton), Giuliano e Luan (Fernandinho); Barcos (Lucas Coelho)
Técnico: André Jardine.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.