14/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Seleção feminina estreia na Espanha com ‘desafio psicológico’. Entenda o fato.

2 min read

As atuais campeãs mundiais entrarão em quadra contra Tunísia, Polônia e as espanholas na cidade de Málaga.

Do Zigzagdoesporte.com.br por ESPN.com.br com agência Gazeta Press.

As atuais campeãs mundiais entrarão em quadra contra Tunísia, Polônia e as espanholas na cidade de Málaga.
As atuais campeãs mundiais entrarão em quadra contra Tunísia, Polônia e as espanholas na cidade de Málaga.

A seleção brasileira feminina de handebol estreia nesta sexta-feira no Torneio Internacional da Espanha. As atuais campeãs mundiais entrarão em quadra contra Tunísia, Polônia e as espanholas na cidade de Málaga. E para manter a sequência de resultados positivos, a psicóloga Alessandra Dutra garante bom equilíbrio emocional das atletas.

“Temos meninas de todas as idades e, cada uma delas, vivendo momentos diferentes. Uma das nossas tarefas é colocar todas na mesma sintonia. Esse é o desafio psicológico nessas duas semanas em que estamos fora do Brasil”, disse a profissional que está com as meninas da Seleção desde o Mundial da China, em 2009.

A experiente pivô Dara destacou o trabalho de Alessandra Dutra. Segundo ela, todo o trabalho que todos os profissionais da federação vem fazendo visa às Olímpiadas do Rio de Janeiro, em 2016. A psicóloga, por exemplo, esquematiza objetivos para as meninas da Seleção.

“Nós temos bem claro o difícil caminho que teremos até a Olimpíada. Esse trabalho da Alessandra nos ajuda a focar no necessário e de maneira correta, tanto no objetivo, como no que temos que fazer para chegar lá. Se quisermos alcançar nossas metas, é preciso trabalhar de maneira muito aplicada e atenta aos pequenos detalhes. Eu, particularmente, estou bem atenta a tudo que pode fazer a diferença. E essa orientação psicológica ajuda demais”, explicou Dara.

Sobre o torneio que tem início nesta sexta, a pivô prevê dificuldades. “Teremos três adversários bem fortes. As polonesas e as espanholas estão indo para o Europeu e estão em um bom momento de preparação. A Tunísia também tem um time fortíssimo. Do nosso lado, queremos ganhar, claro, até porque sabemos que todos esperam isso do Brasil. Mas, o nosso momento é outro. Temos que pensar que é tempo de testar e errar. Temos metas, objetivos e, além de ganhar o torneio, queremos evoluir”.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.