22/05/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Abatido, Toquinho pede perdão a Dana White e diz: ‘Foi um mal entendido’

4 min read

Toquinho pediu desculpas a Dana White, que o expulsou do UFC por nova conduta antidesportiva.

Do ZigZag do Esporte.

UFC/MMA/Toquinho.

Inovafoto

Toquinho pediu desculpas a Dana White, que o expulsou do UFC por nova conduta antidesportiva
Toquinho pediu desculpas a Dana White, que o expulsou do UFC por nova conduta antidesportiva

Esqueça a surpreendente vitória de Jake Shields sobre Demian Maia. O assunto que rendeu a maior discussão do UFC Barueri foi a polêmica decisão sobre Rousimar Palhares, que acabou demitido do Ultimate por ter demorado demais a soltar a perna do americano Mike Pierce após assegurar a vitória por finalização. Toquinho, abatido pela atitude do evento, divulgou um vídeo na internet na qual tenta se explicar para Dana White e companhia.

Expulso para sempre do UFC, segundo declaração do presidente do evento, Toquinho pela primeira vez se manifestou sobre o assunto. No vídeo, o lutador brasileiro, que estreou na categoria dos meio-médios justamente no combate da última quarta-feira contra Mike Pierce, pediu desculpas e espera contar com uma nova chance dentro da principal marca de MMA do planeta.

“Dana White, se você acha que minha atitude não foi positiva, te peço de coração que me perdoe, me desculpe, essa não foi minha intenção”, discursou o lutador brasileiro. “Respeito a decisão do UFC, então o que decidirem para mim está decidido”, sentenciou o lutador brasileiro.

“Jamais faria qualquer tipo de atitude antidesportiva para prejudicar meu companheiro de trabalho. Se tivesse sentido (os tapas) tinha soltado, não faria isso. Só fazer o cara dar três tapas, é só isso. Vou continuar trabalhando muito que isso será esclarecido, no que depender de mim, do meu coração, não fiz nada para contrariar o esporte. Estou bem chateado”, lamentou Toquinho, que procurou se explicar.

Inovafoto

Toquinho pediu desculpas a Dana White, que o expulsou do UFC por nova conduta antidesportiva
Toquinho pediu desculpas a Dana White, que o expulsou do UFC por nova conduta antidesportiva

Esqueça a surpreendente vitória de Jake Shields sobre Demian Maia. O assunto que rendeu a maior discussão do UFC Barueri foi a polêmica decisão sobre Rousimar Palhares, que acabou demitido do Ultimate por ter demorado demais a soltar a perna do americano Mike Pierce após assegurar a vitória por finalização. Toquinho, abatido pela atitude do evento, divulgou um vídeo na internet na qual tenta se explicar para Dana White e companhia.

Expulso para sempre do UFC, segundo declaração do presidente do evento, Toquinho pela primeira vez se manifestou sobre o assunto. No vídeo, o lutador brasileiro, que estreou na categoria dos meio-médios justamente no combate da última quarta-feira contra Mike Pierce, pediu desculpas e espera contar com uma nova chance dentro da principal marca de MMA do planeta.

“Dana White, se você acha que minha atitude não foi positiva, te peço de coração que me perdoe, me desculpe, essa não foi minha intenção”, discursou o lutador brasileiro. “Respeito a decisão do UFC, então o que decidirem para mim está decidido”, sentenciou o lutador brasileiro.

“Jamais faria qualquer tipo de atitude antidesportiva para prejudicar meu companheiro de trabalho. Se tivesse sentido (os tapas) tinha soltado, não faria isso. Só fazer o cara dar três tapas, é só isso. Vou continuar trabalhando muito que isso será esclarecido, no que depender de mim, do meu coração, não fiz nada para contrariar o esporte. Estou bem chateado”, lamentou Toquinho, que procurou se explicar.

“Como ele tinha defendido uma chave de calcanhar, e defendeu bem, então tive que ser mais preciso e entrar em outra posição. Ele segurou na grade para não cair, o juiz foi lá para soltar a mão dele. Quando o juiz tirou a mão, ele caiu e eu acabei de girar. Demorou apenas dois segundos, que deu o mal entendido”, afirmou.

Para se defender e apontar o ocorrido como um mal entendido, Toquinho, que chegou a ser suspenso por 90 dias por atitude semelhante na luta contra Tomasz Drwal, em março de 2010, usou outro combate ocorrido em Barueri.

“Depois na filmagem, vi que ele bateu. Lá na luta, só vi o juiz chegando em cima de mim. Na luta do Erick Silva e do Dong Hyun Kim, o Erick tomou um golpe e caiu apagado, aí o Dong foi lá e deu outro soco. Fica aberto para várias interpretações, já que algumas pessoas acham que não precisava de outro soco, já que o Erick estava apagado”, relatou Toquinho, que apelou até para o rival da última quarta.

“Se o próprio Mike (Pierce) estiver ouvindo, ele poderia dizer se realmente sentiu que fui com maldade. Tenho certeza que ele sabe que não fiz para machucar, apenas queria garantir a minha vitória. Quem me conhece sabe que nunca faria isso para prejudicar nenhum companheiro de trabalho, porque sou um cara que treina muito e batalha”, encerrou o lutador da Team Nogueira.

 

Fonte: espn.com.br

 

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.