13/04/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

10+ Olímpico: Brasil tem uma dupla imbatível no vôlei de praia; confira matéria com riqueza de detalhes.

5 min read

Do Zigzagdoesporte.com.br por UOL, em São Paulo.

  • Paulo Frank/CBV

    Larissa e Talita comemoram o título em Fortaleza: já são 58 vitórias seguidas

    Larissa e Talita comemoram o título em Fortaleza: já são 58 vitórias seguidas

1. Vôlei de Praia – Brasil tem uma dupla imbatível
Líderes do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, Larissa e Talita não tem encontrado rivais à altura nas areias. No domingo (25), chegaram ao décimo título consecutivo, incluindo etapas do Circuito Mundial, e estenderam para 58 jogos a invencibilidade da parceria. A última medalha de ouro foi conquistada em Fortaleza. Na decisão, bateram Val e Ângela por 2 sets a 0 (21-19 e 21-17). Com o triunfo, foram a 2400 pontos no ranking nacional. Em segundo lugar, Agatha e Bárbara Seixas têm só 1880.

2. Atletismo I – Fabiana Murer estreia com bronze e já volta à pista
Em sua primeira competição em 2015, a saltadora ficou com a medalha de bronze ao passar dos 4,56m no Meeting de Rouen (FRA), no último domingo, em pista coberta. A marca, apesar de estar bem longe de seu recorde pessoal de 4,85 agradou a atleta por se tratar da estreia no ano. O ouro ficou com a grega Nikoleta Kyriakopoulou, com 4,67 m. Neste sábado, Fabiana disputará mais uma competição, o Meeting de Rouen (FRA).

3. Atletismo II – Brasil lança candidatura para Mundial Juvenil de 2018
A CBAt (Confederação Brasileiro de Atletismo) anunciou nesta semana o lançamento da candidatura do país para a sede do Campeonato Mundial Juvenil de 2018. A empreitada é uma parceria entre Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Ministério do Esporte, Governo do Estado do Rio, Prefeitura do Rio de Janeiro e a própria CBAt. A proposta será apresentada nos próximos dias à IAAF (Associação Internacional das Federações de Atletismo). O país nunca recebeu uma competição deste nível.

4. Atletismo III – Vanda Gomes entra com recurso contra suspensão por doping
A velocista decidiu recorrer da punição de dois anos de suspensão imposta pela CBAt por ter sido flagrada com a substância anastrozol em exame antidoping surpresa realizado no ano passado. A atleta, que recebeu o gancho em dezembro de 2014, alegou que usava um remédio para prevenir o câncer de mama. Seu advogado, Cristiano Caús, informou ao UOL Esporte que a audiência ainda não tem data para ocorrer. Em caso de manutenção da pena, ele não descarta apelar à Corte Arbitral do Esporte (CAS), na Suíça. Vanda foi quem derrubou o bastão na final do revezamento 4x100m no Mundial de Moscou (RUS)m em 2013. Após a prova, teceu várias críticas à CBAt.

5. Polo aquático – Brasil garante vaga no Mundial por desistência
A seleção brasileira feminina de polo aquático disputará o Mundial de Kazan (entre 24 de julho) sem precisar disputar uma seletiva. Porto Rico desistiu de participar da Copa Uana, que começa nesta sexta-feira no Canadá. Assim, brasileiras e canadenses serão as representantes das Américas na Rússia. No masculino, o Brasil luta por duas vagas com Argentina e Canadá.

Kenzo Tribouillard/ AFP

Teddy Riner, o imbatível, sorri com um livro do Guiness de 2015: com sete títulos dos pesados, ele bateu o recorde do Mundial de Judô. Riner não perde um combate desde 23 de setembro de 2010 e já esteve no livro dos recordes anteriormente, quando foi confirmado como o mais jovem campeão mundial de judô (o feito foi alcançado no Mundial do Rio, em 2007, quando ele tinha 18 anos)

6. Judô – Francês imbatível vem treinar no Brasil. E se machuca
Desde terça-feira, 200 judocas de diversas partes do mundo estão reunidos em Saquarema (RJ) para um mega treinamento promovido pela CBJ (Confederação Brasileira de Judô), em parceria com o COB. Todos os integrantes da seleção nacional, incluindo os campeões mundiais Mayra Aguiar, Rafaela Silva, Tiago Camilo e Luciano Correa e a campeã olímpica Sarah Menezes, participam da atividade. Melhor judoca em atividade do planeta, o francês Teddy Riner era o maior destaque do treinamento. Era: nos primeiros dias de movimentação, ele sentiu uma lesão no cotovelo e já retornou a Paris. Os treinos seguem até o dia 7 de fevereiro.

 

7. Hipismo – Doda ganha duas provas seguidas nos Estados Unidos
Álvaro Affonso de Miranda Neto, o Doda, conquistou duas importantes vitórias nesta semana nos Estados Unidos. No Winter Equestrian Festival, na Flórida, ele ganhou duas provas, a primeira com obstáculos a 1,45m, a segunda, com 1,50m. Em ambas, montou o cavalo holandês AD Amigo, de seis anos. “Ele é um cavalo muito bacana. Quando era garanhão, às vezes se distraia. Essa foi a primeira prova depois de castrado. Exceto uma prova nacional, só treinamos em casa e não competimos por quase seis meses. Acho que o programa foi muito bom e ele está com muita energia e feliz”, afirmou.

8. Rúgbi sete – Seleção encara elite mundial antes Circuito Mundial
Depois de uma semana de treinos em São José dos Campos (SP), a seleção brasileira de rúgbi de sete disputa nesta sexta um torneio amistoso contra Rússia, Inglaterra e Argentina. Na semana que vem, nos dias 7 e 8, a equipe nacional participa do Super Desafio BRA de Rugby 7′, a etapa brasileira da Série Mundial. A competição em Barueri terá Nova Zelândia, França, EUA, Espanha, Austrália, Fiji, China, Canadá, Inglaterra, Rússia e África do Sul.

9. Luta olímpica – Brasileira campeã mundial disputa primeiro grande torneio no ano
Medalhista de ouro na categoria até 75kg no último Campeonato Mundial, Aline Silva disputará neste fim de semana sua primeira grande competição na temporada de 2015: o Grand Prix de Paris (FRA). Também participarão do torneio Joice Silva (58kg), Lais Nunes (63kg), Dailane Gomes (63kg), Gilda Oliveira (69kg) e Giullia Penalber (53kg). Depois da competição, as mulheres seguem na capital francesa para período de treinamento. De lá, vão para a Suécia, disputar o Klippans Lady Open.

 

Reprodução/Rio 2016/Alex Ferro

Equipe russa ensaia coreografia na piscina do Centro Aquático Maria Lenk

10. Nado sincronizado – Dream Team russo procura sorrisos (e o calor do Rio)
Campeã das últimas quatro edições dos Jogos Olímpicos, a seleção russa de nada sincronizado está no Rio de Janeiro, treinando no Complexo Aquático Maria Lenk, desde o último dia 17. A seleção brasileira também participa dos treinamentos. “As condições aqui são ótimas. Todas as meninas adoram vir ao Brasil e ficam ansiosas para este período de treinamento. Na Rússia, agora, está muito frio e as pessoas ficam mais quietas e sérias. Quando chegamos aqui, tudo muda, porque os brasileiros são alegria e passam todo esse calor do Rio para nós”, disse a técnica Tatiana Pokrovskaya.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.