03/03/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Técnico que levou Senegal às quartas da Copa de 2002 morre de câncer

3 min read

Bruno Metsu levou Senegal às quartas de final da Copa do Mundo de 2002.

Do ZigZag do Esporte.

Getty

Bruno Metsu levou Senegal às quartas de final da Copa do Mundo de 2002
Bruno Metsu levou Senegal às quartas de final da Copa do Mundo de 2002

O francês Bruno Metsu, responsável por uma das maiores surpresas da história das Copas do Mundo, morreu nesta terça-feira, aos 59 anos, vítima de câncer. O treinador comandou Senegal em 2002, levando a seleção africana até as quartas de final, deixando pelo caminho a então campeã mundial, França, Uruguai e Suécia, caindo apenas na prorrogação para a Turquia.

“Ele morreu na madrugada, às 3h30”, revelou o diretor executivo do time de basquete BCM Gravelines-Dunkirk, Herve Beddeleem, à AFP. “Estou abalado com essa notícia. Bruno tinha tudo para ser feliz – um profissional de carreira exemplar, dinheiro, um casamento feliz e crianças, e então esse câncer o levou. É incrível”, lamentou o amigo.

O último trabalho de Bruno Metsu foi como técnico do Al Wasl, e saiu em outubro de 2012 por causa da saúde frágil. Em julho deste ano, o treinador revelou estar com câncer terminal.

“Eu passei por exames médicos, e o rapaz anunciou para mim que eu tinha câncer terminal. ‘Você tem câncer do cólon, do fígado e dos pulmões. Eles me deram três meses de vida, foi chocante demais”, dissera quando entrevistado pelo diário francês L’Èquipe.

Os Leões de Teranga surpreenderam o mundo do futebol em 2002, em sua primeira Copa do Mundo, com um time alegre, de futebol rápido e com nomes como El-Hadji Diouf, Bouba Diop e Salif Diao. Na estreia, derrotou a França por 1 a 0, e a dança de comemoração contagiou a todos.

Getty

Bruno Metsu conversa com seus jogadores de Senegal na prorrogação contra a Turquia
Bruno Metsu conversa com seus jogadores de Senegal na prorrogação contra a Turquia

Depois, empates com Dinamarca e Uruguai lhe garantiram o segundo lugar no grupo A e a consequente classificação às oitavas de final. Em duelo disputadíssimo contra a Suécia, que terminou 1 a 1 no tempo normal, Henri Camara marcou o gol de ouro, e os africanos foram às quartas.

Diante da não menos surpreendente Turquia, o 0 a 0 imperou no tempo normal. No tempo extra, no entanto, Mansiz Ilhan decretou o fim do sonho de Senegal, que não mais voltou à Copa.

“É uma perda enorme para Senegal, Bruno Metsu não marcou apenas o futebol senegalês, mas a história inteira de Senegal”, afirmou o presidente da federação de futebol do país, Augustin Senghor, à AFP. O mandatário do esporte bretão francês, Noel le Graet, também lamentou.

“Ele foi realmente apaixonado por futebol, ele deixará a memória de um vencedor que teve sucesso em todos os continentes com uma paixão louca, um desejo de vencer”, falou.

 

Fonte: espn.com.br

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.