04/03/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Taça GB leva Fla a recuperar 43% de verba de TV cortada pela Ferj, mas só título carioca evita todo o prejuízo

3 min read

Por Pedro Henrique Torre, no Rio de Janeiro (RJ), para o ESPN.com.br.

Fla Imagem

Gabriel comemora o gol do Flamengo diante do Botafogo, no Maracanã
Gabriel comemora o gol que abriu o caminho para a conquista da Taça Guanabara, diante do Botafogo

A conquista da Taça Guanabara não representou apenas mais um trofeu na galeria do Flamengo ou a vantagem de dois empates na semifinal. Aliviou o bolso e gerou uma sensação de aparar parte de uma atitude interpretada como injustiça nos bastidores do clube. Pelo título, o Flamengo embolsou R$ 1 milhão. Pelo avanço às semifinais, R$ 200 mil. Na ponta do lápis, o clube recuperou até agora 43% da do valor de cotas de TV que perdeu por uma decisão da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj).Para recuperar todo o montante perdido com a decisão da Ferj em reduzir as cotas de TV, o Flamengo teria de garantir o título carioca. O bônus neste caso é de R$ 3,5 milhões. Caso seja vice-campeão, o clube receberia mais R$ 1 milhão. Ainda que somado ao já garantido pela conquista da Taça GB e ida às semifinais (R$ 1,2 mi) ficaria abaixo do valor perdido em 2014, de R$ 2,8 milhões.

No início deste ano, o Flamengo foi informado que sofreria uma redução das cotas de TV em relação em 2013. As quatro parcelas de R$ 2 milhões cairiam para quatro de R$ 1,3 milhão. Ou seja, prejuízo de R$ 2,8 milhões. O clube, claro, não gostou. Reclamou e, como resposta, ouviu de um alto cardeal da Ferj:

“Vençam o campeonato e vocês recuperam tudo de novo”

A relação, então, se deteriorou, uma vez que ela é que recebe o valor da Rede Globo e repassa aos clubes ao bel-prazer. O clima entre as partes hoje está muito longe do razoável.

Pedro Henrique Torre/ESPN.com.br

Presidente Eduardo Bandeira de Mello em entrevista no Ninho do Urubu
Relação do Fla, de Bandeira, com a Ferj é muito ruim

Tanto é que o Flamengo trabalha com a possibilidade de não enviar um representante à sede da Federação nesta terça-feira, data da eleição para presidente da entidade para o triênio 2015-2018. Rubens Lopes, atual mandatário, é candidato único e irá se reeleger para o terceiro mandato. A inscrição das chapas se encerrou na última semana e ele tem amplo apoio, principalmente dos clubes pequenos.

Com pompas, a Ferj anunciou neste ano que a bonificação do campeonato aumentaria consideraveçmente. Seriam quase R$ 6,8 milhões destinados aos clubes por alcance de metas. Em contrapartida, o corte de cotas de TV a Flamengo e Vasco, no entanto, não foram sequer comentadas. E o conflito parece cada vez mais inevitável.

 

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.