19/05/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Brasil vence Argentina após duas prorrogações e fatura bicampeonato

3 min read

Por ESPN.com.br com Gazeta Press./Handebol.

Inovafoto

Handebol Masculino Jogos Sul-Americanos Brasil Jogadores Comemoração Argentina 16/03/14
Jogadores do Brasil celebram o bicampeonato dos Jogos Sul-Americanos após a difícil vitória sobre a Argentina

Assim como em 2010, o Brasil voltou a encontrar a Argentina na final do handebol masculino dos Jogos Sul-Americanos de 2014, desta vez no Chile. E, de novo, levou a melhor. Em um dos maiores clássicos do continente, o time comandado pelo técnico Jordi Ribera faturou o bicampeonato ao vencer por 25 a 23, após duas prorrogações, no Gimnasio Polideportivo de Viña del Mar – sub-sede da competição.

Além do título, os campeões também garantiram vaga para os Jogos Pan-Americanos de 2015, que serão disputados em Toronto, no Canadá. A medalha de bronze da competição ficou com o Chile, que bateu o Uruguai por 27 a 21.

Tendo dificuldades com a forte defesa dos adversários, os brasileiros ficaram o primeiro tempo inteiro atrás no placar e só conseguiram encostar no final, indo ao vestiário perdendo por 14 a 13. Melhor no segundo tempo, a equipe conseguiu tirar a diferença e empatou o duelo em 21 a 21.

Na prorrogação, com dois gols para cada lado, a igualdade continuou e mais um período extra foi necessário. Sólido na defesa e neutralizando as jogadas ofensivas do oponente, o Brasil marcou dois gols, não sofreu nenhum e ficou com a vitória.

“A saída rápida de dois jogadores importantes, que estávamos observando durante todo o campeonato para que pudessem jogar hoje, nos alterou toda a dinâmica da partida”, afirmou Jordi, ressaltando que a equipe foi prejudicada com a expulsão do pivô Vinícius e com a lesão de Valadão.

“Temos que ficar felizes porque sabemos que alguns jogadores ficaram até o final com sacrifício. Foi uma partida mais de coração do que de cabeça. Nos custou muito atacar a defesa argentina e também nos precipitamos muito, talvez porque nos jogos anteriores encontramos muitas facilidades. Nas prorrogações poderia ter passado qualquer coisa, por isso, a entrada do Maik foi importante e também a serenidade. Quando conseguimos os dois gols de vantagem foi o momento decisivo”, completou o técnico.

Fundamental no final do duelo, Maik, que também fez parte do grupo que conquistou o título em 2010, destacou o fato de ter vencido a Argentina mais uma vez e a melhora do time no segundo tempo.

“Jogar contra a Argentina é assim, cheio de rivalidade. Eles são muito aguerridos, não desistem nunca e hoje não foi diferente. Foi um jogo emocionante. Conseguimos nos acertar no decorrer da partida. Estávamos um pouco apreensivos. Eu tomei alguns gols por falta de atenção. Mas, consegui voltar concentrado para ajudar a esse grupo que merece. Lutamos até o final. Tudo o que queremos conquistar tem que ser lutando”, disse o goleiro.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.