22/05/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Por 4ª semifinal seguida, Real Madrid busca vingança diante de ‘esfacelado’ Dortmund

2 min read
Por André Donke e Gabriel Lucki, para o ESPN.com.br
Compartilhar

  • 1.Casillas | 15.Carvajal | 3.Pepe | 4.Sergio Ramos
  • 18.Nacho | 14.Xabi Alonso | 22.Di María | 19.Modric
  • 11.Bale | 9.Benzema | 7.Cristiano Ronaldo
  • 1.Weidenfeller | 26.Piszczek | 25.Sokratis | 15.Hummels
  • 37.Durm | 5.Kehl | 18.Sahin | 19.Grosskreutz
  • 10.Mkhitaryan | 11.Reus | 17.Aubameyang

REAL X DORTMUNDQuar 2/4/2014 – Santiago Bernabeu

DORTMUND X REALTer 8/4/2014 – Signal Iduna Park
MARK CLATTENBURG (ING)

SIMON BECK (ING)

STUART BURT (ING)
Se a goleada por 4 a 1 e a eliminação na semifinal da última Uefa Champions League para o Borussia Dortmund ainda estão entaladas na garganta, o Real Madrid tem a chance de dar o troco no seu algoz. Nesta quarta-feira, as duas equipes iniciam o duelo válido pelas quartas de final da atual edição do torneio.Real Madrid e Borussia Dortmund se enfrentam no Santiago Bernabéu nesta quarta-feira, às 15h45 (de Brasília). A ESPN Brasil e o WatchESPN transmitem ao vivo

Getty

Piszczek voltará a ter a dura missão de marcar Cristiano Ronaldo
Piszczek voltará a ter a dura missão de marcar Ronaldo

Caso consiga a vingança, o time merengue irá chegar às semis do torneio pela quarta vez seguida e, assim, poderia superar um jejum. Isso porque caiu nesta fase em todas as vezes. Além da queda para o Dortmund, o maior vencedor da Champions fora eliminado para o Barcelona e o Bayern de Munique.

Porém, se em 2013 deu adeus à competição com direito a uma goleada na Alemanha – triunfou por 2 a 0 em casa, o que foi insuficiente -, a situação do Real parece melhor nesta temporada. Afinal, o seu adversário está distante da condição que tinha há exatamente um ano.

Dos 11 titulares que estiveram na histórica vitória por 4 a 1 , apenas quatro – Weindefeller, Hummels, Piszczek e Reus – deverão estar em campo. Gotze foi negociado com o Bayern de Munique. Subotic, Schmelzer, Bender, Gundogan e Blaszczykowski estão lesionados. Já Lewandowski está suspenso. O último por sinal foi o herói da goleada ao marcar os quatro gols de seu time.

Não bastasse o favoritismo, o Real Madrid ainda tem uma estatística a seu favor. A equipe merengue não perde em seu estádio pela Champions desde 27 de abril de 2011, quando caiu para o Barça por 2 a 0. Desde então, foram 14 vitórias e dois empates.

O duelo ainda poderá marcar (mais) um recorde de Cristiano Ronaldo. Artilheiro da atual edição do torneio com 13 gols, o craque português está a uma bola na rede de igualar Lionel Messi e José Altafini, que, em 1962-63 e 2011-12, respectivamente, fizeram 14 gols cada, que os colocam como os maiores marcadores em uma mesma edição da Champions.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.