21/02/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

GIRO NA RODADA DA UEFA CHAMPIONS LEAGUE; CONFIRA TUDO.

6 min read

DoZigzagdoesporte por Carlos Muniz.

Atlético para Neymar e Messi e elimina o Barça.

Ganhar. Sensação da temporada, o Atlético de Madri não contava com o seu principal nome, Diego Costa, lesionado. O atacante seguiu como dúvida até o último minuto, mas deixou a concentração durante o dia e não desembarcou com o time no estádio Vicente Calderón.

Ganhar. Os colchoneros venceram todos os seus jogos em casa na Uefa Champions League. Diante do Barcelona, era a hora do tira-teima: em quatro partidas até aqui, as equipes haviam ficado no empate em todas elas.

E voltar a ganhar. Os comandados de Simeone tinham a chance de chegar pela primeira vez a uma semifinal da Uefa Champions League desde 1974. Na ocasião, o clube passou pelo Estrela Vermelha, da extinta Iugoslávia, nas quartas de final, atropelou o Celtic em seguida e parou apenas na decisão contra o Bayern de Munique.

Neymar dá ‘caneta’ sensacional e quase marca de cabeça, mas não evita eliminação do Barcelona

Ganhar, ganhar e voltar a ganhar. A célebre frase do lendário Luis Aragonés foi estampada pelos torcedores do Atlético em um mosaico composto por mais de 50 mil peças em vermelho e branco e embalou a vitória de 1 a 0 do time da capital espanhola nesta quarta-feira, contra o Barcelona, na briga por uma vaga nas semifinais da Liga dos Campeões. O gol da classificação veio aos cinco minutos com o meia Koke aproveitando confusão na área. O confronto de ida havia terminado em 1 a 1 no Camp Nou.

Sufocante. Incansável. Onipresente. A equipe de Madri promoveu uma verdadeira blitz nos 20 primeiros minutos, acertou a trave três vezes e poderia ter construído o placar ainda na etapa inicial. Nem parecia contar com os desfalques de Arda Turan e Diego Costa. O Barcelona e a sua defesa reserva até recuperaram espaço na sequencia, mas somente no segundo tempo conseguiram pressionar e se aproximar do empate.

Em vão.

Além do Atlético, estão classificados Chelsea, Real Madrid e Bayern de Munique. O sorteio das semifinais da Champions League acontece na sexta-feira, às 7h (de Brasília), com transmissão daESPN Brasil. Às 15h, o fã do esporte poderá acompanhar um Fora de Jogo especial, com todas as análises sobre os confrontos.

Getty

Koke comemora com Villa ao abrir o placar para o Atlético de Madri contra o Barcelona no jogo de volta das quartas de final da Champions League
Koke comemora com Villa ao abrir o placar para o Atlético

 

O jogo

Com Adrián López e David Villa entre os titulares, o Atlético de Madri largou com tudo. Aos cinco minutos, Adrián foi acionado em velocidade e chutou com força na trave. No rebote, David Villa cruzou de volta para a direita e o mesmo Adrián ajeitou de cabeça para Koke, sozinho, completar para o fundo das redes abrindo o placar.

Os donos da casa poderiam ter ficado nisso. Não ficaram.

Aos seis, a defesa do Barcelona falhou na saída de bola, Gabi recupera e Villa chuta prensado por cima do gol. No minuto seguinte, Pinto se atrapalha em recuada e sobra para Mascherano desfazer toda a confusão. Ele não pôde fazer nada aos 10, em passe em profundidade para Villa, que recebe com liberdade e acerta o trave. O atacante ex-Barcelona passou perto também aos 20, após soltar a pancada dentro da área e explodir o travessão.

Para não dizer que os catalães ‘dormiam’ em campo, o time teve um raro momento de suspiro em meio ao sufoco em cruzamento perfeito de Daniel Alves e cabeçada de Lionel Messi que passou ao lado da meta defendida por Courtois.

EFE

Neymar lamenta chance de gol perdida para o Barcelona contra o Atlético de Madri pela Champions League
Neymar lamenta chance de gol perdida para o Barcelona

 

Com Cesc Fàbregas atuando como falso 9, o brasileiro Neymar, enfim, deu o ar da graça aos 23 minutos, em rolinho maravilhoso no meio das pernas de Tiago e cruzamento para Messi mais uma vez chutar rente à trave. A partida ficou truncada nos minutos finais do primeiro tempo e as equipes não conseguiram chegar mais com perigo.

No retorno dos vestiários, Neymar recebeu excelente passe de Xavi, tentou driblar Courtois, mas o goleiro deu tapa preciso.A pressão da vez era toda do Barcelona. Os visitantes controlavam o confronto, mas fugiam de seu tradicional jogo coletivo, ameaçando, sobretudo, por cima. Em um dos cruzamentos, Neymar tirou tinta da trave e restou a ele e seus companheiros lamentarem a eliminação.

O Barça ficou pelo caminho, mas ainda terá a chance de se vingar: na briga pelo título espanhol, os dois times se enfrentam na última rodada do campeonato.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO DE MADRI 1 X 0 BARCELONA

Local: Estádio Vicente Calderón, em Madri (Espanha)
Data: 9 de abril de 2014, quarta-feira
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Howard Webb (Inglaterra)
Assistentes: Michael Mullarkey e Darren Cann (ambos da Inglaterra)
Cartões amarelos: Busquets e Daniel Alves (Barcelona); Koke (Atlético de Madri)
Gols: ATLÉTICO DE MADRI: Koke, aos cinco minutos do primeiro tempo

ATLÉTICO DE MADRI: Courtois; Juanfran, Miranda, Godín e Filipe Luiz; Tiago, Suárez, Raul García, Adrián (Diego) e Koke: David Villa (Cristian Rodríguez)
Técnico: Diego Simeone

BARCELONA: Pinto; Daniel Alves, Mascherano, Bartra e Jordi Alba; Xavi, Busquets, Fabregas (Alexis Sánchez) e Iniesta (Pedro); Messi e Neymar
Técnico: Gerardo Martino

Bayern vence de virada, espanta ‘zebra’ United e se classifica.

É complicado chamar um adversário de ‘zebra’ quando se trata do time mais vencedor da Inglaterra, tricampeão da Europa, mas o Manchester United entrou em campo para enfrentar o Bayern de Munique nesta quarta-feira, por uma vaga às semifinais da Champions League, como azarões. Os ingleses ainda saíram na frente em Munique, mas foi por pouco tempo. O Bayern venceu por 3 a 1 e passou ao grupo dos quatro melhores do continente. Na ida, na Inglaterra, havia dado empate por 1 a 1.

Evra fez o gol que acendeu uma ponta de esperança entre os ingleses na Allianz Arena. Minutos depois, Mandzukic, Muller e Robben viraram o jogo.

Reuters

Mandzukic comemora ao fazer o gol de empate do Bayern contra o United pela Champions League
Mandzukic comemora ao fazer o gol de empate do Bayern

Às 7h desta sexta-feira, Bayern, Atlético de Madri, Chelsea e Real Madrid descobrirão em sorteio quais serão os confrontos das semis da Champions.

Já com o título alemão em mãos, o time de Guardiola corre em busca do bicampeonato europeu, o que seria o sexto título de sua história no torneio. Para o United resta pouco até o final da temporada. Eliminados precocemente nas copas nacionais, os ‘Red Devils’ vão mal na Premier League, ocupam a sétima posição e não devem se classificar para a próxima Champions.

O jogo

Sem Schweinsteiger e Javi Martinez, suspensos, Guardiola optou por colocar Dante na zaga, recuar Lahm para a lateral, tirar Rafinha e usar Goetze no meio. Mandzukic ainda entrou no ataque. David Moyes preferiu a velocidade de Smalling à experiência de Ferdinand na defesa e trocou Giggs, Butnner e Fellaini por Evra, Kagawa e Fletcher.

Reuters

Rooney briga pela bola com Dante no jogo de volta das quartas de final entre United e Bayern pela Champions League
Rooney briga pela bola com Dante

O United se defendia como podia no primeiro tempo, que terminou com 68% de posse de bola para o Bayern e 13 chutes a gol dos donos da casa contra um.

Os ingleses jogavam por uma bola, que veio aos sete minutos da etapa final. Valencia fez bela jogada pela direita, cruzou e do outro lado do campo estava Evra. O lateral esquerdo francês finalizou de primeira e acertou o ângulo esquerdo de Neuer.

Mas a alegria durou pouco. Dois minutos depois, Ribéry cruzou da esquerda, Madzukic cabeceou e o jogo voltou a ficar empatado. Mais dez minutos, e o Bayern já estava na frente. Robben cruzou rasteiro da direita, e Muller completou. Robben ampliou em chute de canhota da entrada da área.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.