19/05/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

VILLOPOTO VENCE 16ª ETAPA DO AMA SX

3 min read
BY JOSÉ GASPAR

Published 

Villopoto tornou-se segundo piloto na história do AMA Supercross a conquistar quatro títulos seguidos na categoria 450

Simon Cudby

Ryan Villopoto venceu a décima sexta etapa do AMA Supercross, realizada neste sábado (26), em East Rutherford, Nova Jersey. O resultado coroou Villopoto campeão da temporada 2014 na categoria 450. Tetracampeonato, conquistado numa vitória de ponta a ponta. Na classe 250 Leste, com os principais adversários fora, Justin Bogle venceu e assumiu a liderança, tornando-se virtual campeão da categoria.

MR. HOLESHOT

Na bateria final da categoria 450 Ryan Villopoto largou na frente. Este, o quarto holeshot do piloto na temporada, marca que o coloca como o melhor largador deste ano (Mike Alessi tem três holeshots).

Uma vez na frente, Villopoto acelerou para a bandeira quadriculada. Vitória de ponta a ponta, liderando as 20 voltas. Atrás, as disputas pelas demais posições no pódio se desenrolaram entre Josh Hill, Mike Alessi e Eli Tomac.

Hill largou em segundo, acompanhado por Alessi. Porém, ambos seriam ultrapassados por Eli Tomac, que assumiria a terceira, e depois a segunda posição. Este, o lugar onde finalizaria a corrida, no melhor resultado dele na temporada. Josh Hill terminou em terceiro.

“O dia foi incrível aqui no MetLife Stadium. Tivemos um pouco de chuva, mas não pude acreditar o quão bem a pista suportou. É incrível chegar ao quarto título consecutivo. Foi uma temporada acirrada, com altos e baixos, mas obviamente a minha mais consistente. Estou feliz de fechá-la no topo”, analisou Villopoto, após consumar o aguardado título.

[+] Enlarge PhotoSimon CudbyCom a vitória em East Rutherford, Bogle aguarda a entrega do trófeu de campeão em Las Vegas, última etapa do AMA Supercross

AMA SUPERCROSS 2014

Na busca pelo vice, Ryan Dungey reassumiu a segunda posição na tabela do campeonato. Dungey terminou em sexto, e James Stewart, agora terceiro na escala de pontos, abandonou a corrida com aparente lesão da perna esquerda.

Martin Davalos, então líder da 250 Leste, caiu treinando terça-feira (22). O tombo quebrou o tornozelo esquerdo do piloto, e a previsão é que Davalos fique alguns meses longe das corridas. Assim, caminho aberto para Justin Bogle apoderar-se da liderança na 250 Leste.

Na bateria final, Jimmy Decotis largou na frente. O primeiro holeshot dele na temporada. Na segunda posição, Matt Bisceglia.

Posições mantidas até a terceira volta, quando Decotis e Bisceglia tocaram-se. Desfecho: queda para Decotis e liderança para Bisceglia. Consequentemente, segunda posição de bandeja para Justin Bogle.

Bogle permaneceu em segundo até a sexta volta, quando ultrapassou Bisceglia. Uma vez na frente, seguiu na ponta até receber a bandeira quadriculada. A segunda posição ficou com Jeremy Martin, que aumentou o ritmo no final da prova. A melhor colocação de Martin este ano. Feito repetido por Vince Friese, que completou o pódio, em terceiro.

Com a vitória, Justin Bogle assumiu a liderança do campeonato, e colocou 17 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, agora, Martin Davalos.

“Quando seguíamos para o gate de largada começou a chover, então, ficou super escorregadio. Consegui uma largada incrível, mas houve algumas batalhas duras, então decidi ser mais cauteloso por causa da chuva. Creio que conduzi bem a prova, e fiz meu melhor”, explicou Bogle.

O cenário da categoria 250 Leste é curioso. O único adversário de Bogle ainda em condições numéricas de ser campeão é Martin Davalos (166 a 149). Porém, conforme noticiado, Davalos está fora da última etapa, que ocorrerá em 3 de maio, em Las Vegas.

Portanto, Bogle campeão matemático, apenas aguardando a coroação oficial na última corrida da temporada do AMA Supercross 2014.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.