16/06/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Em treino com várias quedas, Márquez quebra recorde e fatura pole position em Sachsenring; confira o grid de largada.

2 min read

Do Zigzagdoesporte por ESPN.com.br com agência Gazeta Press.

Getty Images

O australiano Broc Parkes foi um dos vários pilotos que sofreram queda no treino deste sábado
O australiano Broc Parkes foi um dos vários pilotos que sofreram queda no treino deste sábado

O desempenho de Marc Márquez no Grande Prêmio da Alemanha de MotoGP se tornou uma dúvida após uma forte queda sofrida por ele durante o primeiro treino livre, na sexta-feira. No entanto, neste sábado, as quedas foram dos adversários, e, apesar das dores que ainda sente, o piloto manteve o domínio na categoria e faturou a pole-position com direto a quebra de recorde.

Mais rápido na terceira sessão de testes, Márquez não deu chances aos oponentes e garantiu o primeiro posto ao registrar 1min20s937, tempo que acabou com o recorde de 1min21s067 imposto por Casey Stoner, em 2008.

A Honda ainda teve mais um motivo para comemorar, já que viu Dani Pedrosa ficar com o segundo lugar, sendo 0s296 mais lento do que o companheiro de equipe. Nos minutos finais da atividade, Pedrosa sofreu uma queda, mas não se machucou.

Competindo em casa, o alemão Stefan Bradl, que também caiu durante o treino, manteve o bom desempenho em Sachsenring e garantiu a terceira colocação, seguido por Aleix Espargaró, líder das duas primeiras baterias de testes, outro que também foi para o asfalto.

A Yahama apareceu apenas na quinta e na sexta colocação, com Jorge Lorenzo e Valentino Rossi, respectivamente. Mais rápido entre eles, Lorenzo registrou 1min21s508. Andrea Ianonne foi o melhor da Ducati e ficou em sétimo, logo à frente da dupla da Tech3 Yahama formada por Pol Espargaró e Bradley Smith. Quem fechou o top 10 com a décima colocação foi Álvarou Bautista, 0s969 mais lento do que Márquez.

Confira o grid de largada para o GP da Alemanha:

1. Marc Márquez (ESP/Honda)  – 1min20s937 2. Dani Pedrosa (ESP/Honda) +0.296 3. Stefan Bradl (ALE/LCR Honda) +0.403 4. Aleix Espargaró (ESP/Forward) +0.439 5. Jorge Lorenzo (ESP/Yamaha) +0.571 6. Valentino Rossi (ITA/Yamaha) +0.714 7. Andrea Iannone (ITA/Pramac Ducati) +0.742 8. Pol Espargaró (ESP/Tech3 Yamaha) +0.834 9. Bradley Smith (ING/Tech3 Yamaha) +0.857 10. Álvaro Bautista (ESP/Gresini Honda) +0.969 11. Andrea Dovizioso (ITA/Ducati) +1.183 12. Nicky Hayden (EUA/Aspar Honda) +1.710 13. Yonny Hernández (COL/Pramac Ducati) +1.474 14. Scott Redding (ING/Gresini Honda) +1.499 15. Cal Crutchlow (ING/Ducati) +1.592 16. Hiroshi Aoyama (JAP/Aspar Honda) +1.722 17. Karel Abraham (TCH/AB) +1.841 18. Michael Laverty (ING/Paul Bird) +1.908 19. Colin Edwards (EUA/Forward) +1.951 20. Hector Barberá (ESP/Avintia) +2.092 21. Mike Di Meglio (FRA/Avintia) +2.486 22. Broc Parkes (AUS/Paul Bird) +2.491 23. Danilo Petrucci (ITA/Ioda) +2.547

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.