15/04/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Com Cielo, Brasil é bronze no revezamento 4x50m livre misto; confira.

2 min read

Na hora que valeu, a espanhola Mireia Belmonte foi melhor duas vezes, deu show duas vezes e fez história duas vezes nesta quarta-feira.

Do Zigzagdoesporte.com.br por ESPN.com.br.

Na hora que valeu, a espanhola Mireia Belmonte foi melhor duas vezes, deu show duas vezes e fez história duas vezes nesta quarta-feira.
Na hora que valeu, a espanhola Mireia Belmonte foi melhor duas vezes, deu show duas vezes e fez história duas vezes nesta quarta-feira.

Com Cesar Cielo, João de Lucca, Etiene Medeiros e Larissa Oliveira, o Brasil até brigou pelo ouro, mas acabou ganhando a medalha de bronze neste sábado no revezamento 4x50m livre misto (dois homens e duas mulheres) no Mundial de piscina curta (25m) disputado em Doha, no Catar.

O quarteto brasileiro nadou o percurso em 1m29s17, enquanto a equipe russa levou a prata ao fechar em 1m29s13; o ouro ficou com os Estados Unidos, que não só foram o time mais rápido como ainda quebraram o recorde mundial ao fecharem em 1m28s57.

Cielo, De Lucca e Etiene fecharam suas parciais sempre em segundo, enquanto Larissa, última a entrar na água no Centro Aquático Hamad, acabou perdendo a posição para a rival russa que nadou seu trecho.

Para a final, o time brasileiro foi completamente outro, uma vez que na semifinal, pela manhã, teve Alan Vitória, Henrique Martins, Daiane Becker e Alessandra Marchioro, que conseguiram a segunda melhor marca, 1m31s68, só atrás dos 1m30s80 dos Estados Unidos.

Agora, o Brasil soma seis medalhas neste Mundial, sendo três de ouro, uma de prata e três de bronze. A Hungria, da “Dama de Ferro” Katinka Hosszu, lidera o quadro com seis ouros, duas pratas e um bronze.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.