21/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Do nocaute de Marreta à virada de Lineker, Brasil tem 100% nas preliminares;confira os detalhes da noite brilhante dos brasileiros.

3 min read

Jorge Corrêa Do UOL, em Las Vegas (EUA).

9625
Ouvir texto
0:00

Imprimir Comunicar erro

Ampliar

UFC 183

Thiago Marreta acerta golpe em Andy Enz, na primeira luta do UFC 183; brasileiro venceu o combate por nocaute técnico Leia mais Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC/Getty Images

Não poderia ter começado melhor a noite que contará com o retorno de Anderson Silva após 13 meses. Abrindo o card preliminar, o brasileiro Thiago Marreta não tomou conhecimento do norte-americano Andy Enz e conseguiu um nocaute arrasador com 1min56 de luta.

Mesmo sendo a primeira luta da noite, o MGM Grand Arena já contava com um grande número de torcedores, em sua maioria brasileiros. Com o fim do combate, o ginásio veio abaixo na comemoração.

“Estou muito feliz, era minha segunda luta em Las Vegas, estava devendo isso para o Brasil, estava devendo para a torcida, adoro lutar aqui e foi para vocês”, disse o brasileiro na saída do octógono.

Marreta, que vinha de derrota para Uriah Hall, começou indo para cima desde o primeiro segundo com boas sequências. Mas o que abriu o caminho para a vitória foi um forte chute na linha de cintura de Enz.

O norte-americano sentiu o golpe e Marreta aproveitou para encaixar uma série de diretos e cruzados, que levaram Andy ao nocaute.

Lineker sofre, mas vence em despedida dos moscas

Depois de não bater o peso mais uma vez, algo recorrente em sua passagem pelo UFC, John Lineker fez uma luta muito dura contra o norte-americano Ian McCall. Depois de ser dominado no primeiro round, ele conseguiu reagir nos períodos seguintes, principalmente com seus famosos cruzados de esquerda, e venceu por pontos.

O paranaense deve ter feito sua última luta como peso mosca no Ultimate. Isso porque o presidente Dana White já avisou que ele deve subir para o peso galo por conta de seu problema com a balança. Assim, Lineker perde a chance de disputar o cinturão de sua atual categoria.

Sapo domina inglês e vence com facilidade

Depois de sofrer para chegar em Las Vegas por conta da nevasca em Nova York no início da semana, Rafael Sapo mostrou que superou completamente o problema. Em uma de suas melhores atuações nos últimos anos, ele dominou o inglês Tom Watson e venceu por pontos em decisão unânime dos juízes. Nos três rounds ele alternou sequências, chutes baixos e médios, além de dar um show de quedas.

Monstro e Marajó fazem luta sonolenta

Se o primeiro combate da noite empolgou a torcida, o segundo foi exatamente o contrário. Na única luta da noite entre dois brasileiros, Rick Monstro e Ildemar Marajó fizeram uma luta pouco movimentada e muito vaiada pela torcida. No final, Marajó acabou vencendo por pontos, em decisão dividida dos juízes.

Card principal
Anderson Silva venceu Nick Diaz por pontos, em decisão unânime dos juízes
T. Woodley venceu Kelvin Gastelum por pontos, em decisão dividida dos juízes
Al Iaquinta nocauteou Joe Lauzon a 3min34 do 2º round
Thales Leites finalizou Tim Boetsch (katagatame) a 3min45 do 2º round
Thiago Alves nocauteou Jordan Mein a 39s do 2º round
Card preliminar
Miesha Tate venceu Sara McMann por pontos, em decisão majoritária dos juízes
Derek Brunson nocauteou Ed Herman a 36s do 1º round
John Lineker venceu Ian McCall por pontos, em decisão unânime dos juízes
Rafael Sapo venceu Tom Watson por pontos, em decisão unânime dos juízes
Ildemar Marajó venceu Rick Monstro por pontos, em decisão dividida dos juízes
Thiago Marreta nocauteou Andy Enz a 1min56 do 1º round

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.