14/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

UFC, Weidman e Vitor acertam luta para maio, nos EUA. Só falta um detalhe; confira.

2 min read

Vitor e Weidman deveriam se enfrentar em 28 de fevereiro, mas uma lesão na costela do campeão, durante treino, forçou o norte-americano a deixar o card - agora, Ronda Rousey x Cat Zingano será a luta principal em Los Angeles.

Jorge Corrêa e Maurício Dehò Do UOL, em São Paulo.

Vitor Belfort e Joana Prado

Belfort e Joana ficaram famosos como casal após participação na “Casa dos Artistas”, reality show do SBT (2002) Arquivo/Folhapress

Em meio a uma novela, com lesões, problemas relacionados a antidoping e cancelamentos, o UFC já sabe quando quer marcar pela quarta vez o aguardado duelo entre o campeão dos médios, Chris Weidman, e Vitor Belfort. A organização e os próprios lutadores já acertaram acordo para o dia 23 de maio, com Las Vegas (EUA) como sede do combate.

Segundo apurou o UOL Esporte, todas as partes já concordaram com a data, mas ainda não há contratos assinados e um anúncio oficial, uma vez que o UFC aguarda que Weidman volte aos treinos e se mostre 100% em condições de cumprir o compromisso. Tendo o “ok” de Weidman, tudo estará certo.

O card deste dia, pelo UFC 186, é um dos mais nobres do ano, já que é feito próximo a um feriado tradicional, o Memorial Day, em que os veteranos de guerra dos Estados Unidos são lembrados.

Pela importância da data, chegou-se a cogitar Jon Jones e José Aldo para a data, mas a luta do norte-americano contra Anthony Johnson levará mais tempo a ser realizada e a do brasileiro contra Conor McGregor ficou para 11 de julho, no UFC 189. McGregor foi quem vetou um combate em maio e fez o combate ser colocado mais tarde.

Vitor e Weidman deveriam se enfrentar em 28 de fevereiro, mas uma lesão na costela do campeão, durante treino, forçou o norte-americano a deixar o card – agora, Ronda Rousey x Cat Zingano será a luta principal em Los Angeles.

O cancelamento gerou polêmica. A Belfort foi oferecida a chance de enfrentar Lyoto Machida pelo cinturão interino – algo que o próprio carioca já tinha pedido, em caso de um novo problema para a realização da luta. Ao fim, o próprio Belfort recusou o combate, alegando que só entrará no octógono para disputar o título linear.

Assim, o UFC se viu obrigado a negociar a luta para mais cedo do que o esperado. Weidman informou a organização que o prazo para recuperação possibilita que ele esteja pronto no dia 23 de maio, mas o UFC ainda não confirmou o combate para esperar o norte-americano voltar aos treinos e garantir ter condições totais para assumir o compromisso.

Ampliar

Conheça as mudanças de estilo de Vitor Belfort no penteado

Belfort já adotou moicanos baixo Marco Dutra/UOL Esporte

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.