22/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Serra dá bote certeiro em Gomes e conquista vitória na primeira corrida da Stock Car no Velopark

4 min read

Warm Up EVELYN GUIMARÃES, de Curitiba.

Daniel Serra usou da inteligência e da frieza para vencer no Velopark. Fazendo valer um ritmo forte e consistente, o piloto da Red Bull superou o pole Marcos Gomes na pista, foi melhor na estratégia de pit-stop e conduziu com maestria para assegurar o triunfo.

Gomes, apesar do desempenho alucinante atrás, teve de se contentar com o segundo lugar, depois de travar uma briga acirrada com Julio Campos, que cruzou em terceiro. Rubens Barrichello, Cacá Bueno, Ricardo Maurício, Allam Khodair, Diego Nunes, Sérgio Jimenez e Max Wilson fecharam os dez primeiros.

Daniel Serra vence no Velopark (Foto: Rafael Gagliano)

Confira como foi a primeira corrida da Stock Car no Velopark

A Stock Car largou neste domingo (26) no Velopark em fila indiana atrás do pole Marcos Gomes. E assim que a direção de prova autorizou o início da primeira bateria na pista gaúcha, Gomes contornou sem maiores problemas a primeira curva, seguido por Daniel Serra, Julio Campos, Rubens Barrichello, Allam Khodair, Cacá Bueno, Ricardo Maurício, Ricardo Zonta e Thiago Camilo. A verdade é que ao giro inicial não viu qualquer incidente com os 31 carros.

Na volta 2, Gomes continuava na ponta, mas com Serra acompanhando bem de perto. Enquanto isso, Barrichello se recuperava de uma ultrapassagem momentânea de Khodair e já pegava na sequência Campos, assumindo a terceira posição. Só que essa ordem duraria pouco.

No giro seguinte, o atual campeão perdeu o terceiro posto para Campos e Khodair na reta principal. Mais atrás, César Ramos superava Cacá, para assumir o sexto posto. Mas o pentacampeão tomou o posto na passagem seguinte.

Quase ao mesmo tempo, Gomes perdia a liderança para Serrinha e para Campos logo em seguida. Enquanto isso, Ramos lidava com um pneu furado. O gaúcho ainda se envolveu em um toque com Fabio Fogaça na sequência, deixando, assim, a disputa. O filho de Djalma também abandonaria logo em seguida.

Porém, por causa do incidente, o safety-car precisou ser acionado na oitava passagem. A ordem dos dez primeiros, então, era: Serra, Gomes – que já superara Julio -, Campos, Khodair, Barrichello, Cacá, Maurício, Zonta, Camilo e Felipe Fraga.

A relargada foi autorizada na 11ª volta. E o líder Serra se manteve sem problemas na frente, seguido por Gomes e Campos. Khodair, Barrichello, Cacá e Maurício vinham na sequência, à frente de Maurício e Zonta. Camilo, por sua vez, perdia o nono posto para Fraga. Mais atrás, Átila Abreu tentava escalar o pelotão. Enquanto isso, Vitor Genz rodava depois de um toque com Felipe Abbate. Sem maiores dramas para ambos.

No pelotão intermediário, Camilo perdia a décima posição após uma disputa com Zonta. O paranaense passou o dono do carro #21 depois de um erro. Antonio Pizzonia aproveitou a deixa e também ultrapassou Camilo, mas o paulista retomou a colocação logo a seguir.

Lá na frente, Serrinha e Gomes travavam uma dura briga pela ponta. Campos, Khodair e Barrichello vinham um pouco mais trás, seguido por Cacá, que tinha Maurício colado em seu carro.

A volta 20 marcou a abertura dos pit-stops. E Marcos Gomes foi o primeiro entre os ponteiros a parar. O pole reabasteceu e trocou apenas o pneu traseiro direito. Logo em seguida, muita gente veio também. Daniel Serra optou por ir na passagem seguinte. No retorno, o piloto da Red Bull ainda estava à frente de Gomes. Khodair e Cacá optaram por permanecer um pouco mais na pista e foram aos boxes nas voltas finais da janela de pit-stop.

Átila seguiu ambos, mas a parada foi complicada. Além da dificuldade para a troca do pneu, o piloto deixou os boxes enquanto a equipe fazia o reabastecimento.  Um pouco antes, Gabriel Casagrande e Osman Galid acabaram se tocando, provocando uma rodada do segundo. A direção aplicou um drive-through ao piloto da C2.

Assim, quando a corrida foi retomada, a ordem era: Serra, Campos, Gomes, Barrichello, Khodair, Maurício, Camilo, Fraga e Zonta.

E o piloto da Red Bull tratou de abrir vantagem na liderança, enquanto Gomes vinha pressionando Campos. Barrichello vinha pouco mais atrás, seguido por Cacá e Camilo, que vinham também em briga acirrada. Khodair, Maurício, Fraga e Zonta completavam o top-10. Thiago perdeu a sexta posição para Allam na sequência.

Com dez voltas para o fim, Gomes finalmente ultrapassou Campos para assumir a vice-liderança da corrida. Serrinha vinha na frente, com 2s5 de vantagem. Mais atrás, Raphael Matos e Vitor Genz bateram em uma disputa no pelotão do fundo. Pior para Matos, que acabou punido.

Na ponta, Julio ainda não desistia de Marcos. Com oito voltas para o final, Campos foi lá e recuperou a segunda posição. Porém, o filho do Paulão não se deixou abater e retomou a vice-liderança. E daí para frente, Marcos tentou se aproximar como pode do líder, andando muito mais rápido, mas não deu.

Serra conseguiu se manter à frente e venceu a primeira corrida da Stock Car no Velopark. Gomes e Campos completaram o pódio, enquanto Barrichello, Cacá, Maurício, Khodair, Diego Nunes, Sérgio Jimenez e Max Wilson fecharam os dez primeiros. Com isso e obedecendo a ordem invertida do grid para a segunda prova, Wilson sai na pole.

A bateria 2 acontece logo mais, às 14h (de Brasília).

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.