16/06/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

‘Priorizando’ o G-4, Grêmio esquece Copa do Brasil e recebe o Bahia

4 min read

Do ZigZag do Esporte/ Grêmio x E.C.Bahia.

Priorizar a Copa do Brasil, competição na qual está na semifinal, ou ir com força máxima também no Campeonato Brasileiro? Eis o dilema que vive o Grêmio nesta semana decisiva. Neste domingo, o time gaúcho  tem compromisso importante pelo Brasileirão, na Arena, diante do Bahia, às 17 horas (de Brasília). Em jogo, a tranquilidade na luta dentro do G-4, diante de uma equipe ainda ameaçada pelo fantasma do rebaixamento.

Ao menos no discurso, o Grêmio tenta esquecer a Copa do Brasil até o jogo deste final de semana. Após a derrota por 1 a 0 para o Atlético-PR, na partida de ida da semifinal, o presidente Fábio Koff garantiu que o time terá seu foco voltado para o Bahia neste fim de semana: “o Grêmio, na pior das hipóteses, pensa na Libertadores. Por isso, não dá para desfocarmos do jogo de domingo, que tem importância. Precisamos recuperar os pontos que perdemos no caminho”.

A necessidade de vitória aumentou devido à péssima atuação da equipe gaúcha na semana passada, quando levou 4 a 0 do Coritiba no Couto Pereira. Naquele jogo, o Tricolor tomou um gol com 15 segundos de jogo, prova de que entrou disperso em campo. O resultado diminuiu a distância do Grêmio para a saída do G-4 para apenas quatro pontos. Como o próximo jogo é contra o Cruzeiro, fora de casa, um resultado positivo contra o Bahia é importante.

Divulgação/Flickr

Kleber não atuaria devido a uma suspensão, mas recebeu efeito suspensivo por parte do STJD e vai para o jogo
Kleber não atuaria devido a uma suspensão, mas recebeu efeito suspensivo por parte do STJD e vai para o jogo

O atacante Kleber, que não atuaria devido a uma suspensão, recebeu efeito suspensivo por parte do STJD e vai para o jogo. Renato, assim, poderá escalar o time novamente no 4-3-3 – Bressan é o mais cotado para deixar a equipe. Pará, expulso contra o Coritiba, não atua, dando lugar a Moisés.

Se para o Grêmio dar um tempo na Copa do Brasil e focar o Brasileirão é importante, para o Bahia o jogo deste domingo é questão de sobrevivência. Sem vencer há quatro rodadas, o time nordestino viu sua distância para o Z-4 diminuir para apenas quatro pontos. Após o empate em 1 a 1 com o Atlético-PR no último domingo, o técnico Cristóvão Borges recebeu muitas vaias, e passa por seu momento mais delicado desde que assumiu o comando do time.

Para piorar a situação, o time tem desfalques para jogar em Porto Alegre. Marquinhos e Wallyson, lesionados, não devem nem viajar para o sul do país. Já o volante Hélder, expulso no duelo com o Furacão, é desfalque certo. Fahel e Obina têm boas chances de começar a partida na Arena. O lateral Jussandro está liberado para voltar ao time.

Divulgação

O centroavante Souza pode ser utilizado como opção no meio, admitiu Cristóvão Borges
O centroavante Souza pode ser utilizado como opção no meio, admitiu Cristóvão Borges

A surpresa pode ser a escalação do centroavante Souza no lugar de Marquinhos, atuando como meia. Cristóvão admite que existe esta possibilidade: “A nossa procura tem sido encontrar jogadores com características de armação, que possam dar um passe mais qualificado. Talisca e Hélder fazem isso, e eu tenho testado essa alternativa também com Souza, que sabe sair da área e tem um bom passe. Procuramos encontrar soluções com o que temos”, explicou o técnico.

Vencer o Grêmio em Porto Alegre é uma necessidade para a equipe baiana, mas a tarefa não será fácil: nunca o Bahia conseguiu derrotar o rival fora de casa em competições oficiais. Em 14 jogos, foram 8 vitórias do Grêmio e 6 empates. A última vez que a equipe não perdeu no Rio Grande do Sul foi pelo Brasileiro de 2003, quando ambos empataram em 1 a 1, no Olímpico.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X BAHIA

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 3 de novembro de 2013, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Alício Pena Júnior (MG)
Assistentes: Nadine Bastos (SC) e Marrubson Melo Freitas (DF)

GRÊMIO: Dida; Pará, Werley, Rhodolfo e Alex Telles; Souza, Ramiro e Riveros; Kleber, Vargas e Barcos
Técnico: Renato Gaúcho

BAHIA: Marcelo Lomba, Fabrício Lusa, Lucas Fonseca, Titi e Jussandro; Feijão, Rafael Miranda, Fahel e Souza; William Barbio e Obina
Técnico: Cristóvão Borges

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.