26/02/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Torcida bate recorde mundial de barulho, mas Kings perdem 6ª na temporada Comente

2 min read

Do ZigZag do Esporte/NBA.

NBA nesta sexta-feira (15/11)

Torcedores do Sacramento Kings bateram o recorde mundial de torcida mais barulhenta em ginásios fechados ao alcançarem 122,6 decibéis na base do grito – mesmo assim, o time perdeu para os Pistons AP Photo/Rich Pedroncelli

O Sacramento Kings quase foi transferido de sua sede para Seattle, onde, segundo os investidores que desejavam a mudança, teriam mais torcida e renderiam mais dinheiro. A troca não ocorreu, e a torcida dos Kings resolveu provar seu amor pelo time da NBA: na noite de sexta-feira, mesmo com a derrota para o Detroit Pistons por 97 a 90, a torcida fez festa o suficiente para estabelecer o recorde mundial de barulho de torcida em ginásios fechados.

Os fãs dos Kings gritaram tanto que alcançaram 122,6 decibéis, mais alto som registrado por uma torcida em um ginásio na história dos esportes. A ideia também serviu para mostrar o amor ao time para todo os Estados Unidos: a partida foi a única transmitida dos Kings para todo o país em toda a temporada. Nenhum outro jogo da equipe terá transmissão nacional, apenas regional.

O detalhe é que o recorde foi quebrado no intervalo da partida: antes do jogo, eles já haviam estabelecido uma marca um pouco menor, de 119,5 decibéis. Um membro do Livro dos Recordes estava no ginásio e oficializou a marca.

Mesmo assim, o time não se empolgou: Josh Smith anotou 21 pontos para os Pistons e evitou que os 26 de DeMarcus Cousins servissem para dar o triunfo ao time da casa.

O Sacramento, assim, é o vice-lanterna da Conferência Oeste da NBA, com duas vitórias e seis derrotas. Já os Pistons têm três vitórias e cinco derrotas, em 10° no Leste.

 

Fonte: Do UOL, em São Paulo

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.