15/04/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Bahia-BA 1 x 0 Maranhão-MA – Classificado, Tricolor vence mais uma. VEJA O GOL, MELHORES MOMENTOS E A FICHA TÉCNICA DO JOGO.

5 min read

Por Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte.com.br

Bahia vence o Maranhão na Fonte Nova e garante 1º lugar na classificação geral da Copa do Nordeste.

Em um dos jogos que movimentou a 7ª e penúltima rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste na tarde deste domingo (24), o já classificado Bahia embalou a quinta vitória seguida e segue isolado na liderança do Grupo B. Jogando em casa, na Arena Fonte Nova, venceu o Maranhão, por 1 a 0, com direito a gol contra de Pedro Gustavo.

Com o resultado, o Bahia aparece na primeira colocação do Grupo B com 18 pontos, enquanto o Maranhão se complicou na briga pela classificação no Grupo A. Com 11 pontos, o time maranhense é sexto e está fora da zona de classificação da chave.

O JOGO

Dono da casa e com maior superioridade técnica, o Bahia começou a partida dominando mais a bola e trocando passes para chegar ao ataque. No entanto, até os primeiros cinco minutos de jogo, o Tricolor não conseguiu furar a marcação para encaixar uma jogada mais aguda que levasse perigo à meta maranhense.

Aos nove minutos, o Tricolor chegou a invadir a área, mas Biel finalizou em cima do marcador. Jean Lucas recebeu lançamento na esquerda e serviu o atacante que tentou o chute colocado, mas carimbou na defesa. Dois minutos depois, Gilberto tabelou com Everton Ribeiro e fez o cruzamento buscando Estupiñán, mas a zaga maranhense desviou para escanteio. Aos 12 foi a vez dos visitantes chegarem no ataque, jogada pela esquerda, mas Marcos Felipe fez a defesa no chute rasteiro do adversário. Aos 14, Biel levantou na área na cobrança de falta e Cuesta tocou de cabeça, mas Moisés encaixou sem dificuldades.

O Tricolor ainda teve boa chance aos 16 minutos com Kanu, ao mergulhar aproveitando o cruzamento da cobrança de escanteio, mas mandou para fora. Aos 18, Estupiñán subiu, mas não conseguiu cabecear para o gol. No minuto seguinte, Biel obrigou Moisés a fazer uma grande defesa ao bater no canto esquerdo. Jean Lucas aproveitou a sobra e finalizou de fora da área para a nova intervenção do arqueiro maranhense que espalmou para o lado e evitou que o placar fosse aberto. Aos 22 Rafael fez uma jogada bizarra. Caio Alexandre errou o toque e entrou a bola para o atacante adversário, que viu Marcos Felipe fora da meta e resolveu finaliza do meio-campo, mas o chute saiu fraco e muito torto, saindo pela linha de fundo bem longo da trave baiana.

Aos 36 minutos, o Bahia pediu pênalti no lance envolvendo Everton Ribeiro. O atacante recebeu a bola dentro da área e caiu sozinho ao disputar a bola com o marcador, mas o árbitro José Magno Teixeira mandou o jogo seguir. Três minutos depois, o Tricolor criou uma boa chance. Jean Lucas recebeu na entrada da área, mas dois marcadores chegaram e o meio descolou um ótimo passe para Biel na área, que finalizou fraco e Moisés fez a defesa. A resposta maranhense veio na sequência na falha da defesa baiana. Juba errou e entregou a bola para Rafael dentro da área. Porém, o atacante bateu mal em Marcos Felipe fez a defesa sem dar rebote. No minuto 43, Cuesta arriscou de fora da área, Pedro Guilherme tocou de cabeça e a bola caiu nos pés de Everton Ribeiro que bateu de primeira, mas pegou errado e mandou para fora. Aos 46, o time baiano fez uma boa trama. Biel tocou para Jean Lucas, que carregou para o meio e finalizou da meia-lua, mas Moisés encaixou. Na pressão tricolor, Thaciano cabeceou com perigo e obrigou o arqueiro maranhense a fazer boa defesa para evitar que o placar fosse aberto aos 47.

Antes do apito final aos 50 minutos, o Maranhão ainda teve uma boa chance com Ronald Camarão, que chegou batendo da meia-lua, mas mandou para fora, pelo lado direito da meta de Marcos Felipe que ainda pulou para acompanhar a saída pela linha de fundo.

Segundo tempo

Os dois times voltaram dos vestiários com as mesmas formações da etapa inicial.A primeira iniciativa foi do Bahia. Gilberto chegou na linha de fundo e cruzou, mas a bola bateu no marcador e sobrou para Thaciano que finalizou por cima da trave. Mas o meia do Tricolor pediu pênalti indicando que a bola teria tocado na mão do atleta maranhense na hora do cruzamento do camisa 2.

O goleiro Moisés evitou que o Bahia abrisse o placar aos nove minutos. Cruzamento de Biel na cabeça de Estupiñán que testou firme, mas o arqueiro maranhense fez grande defesa espalmando para escanteio.

O Bahia abriu o plkacar aos 15 minutos com gol contra de Pedro Gustavo. Na troca de passes, Jean Lucas acionou Ademir na ponta direita que fez o cruzamento para o miolo da pequena área e o zagueiro do time maranhense acabou desviando para dentro da própria meta. Bahia 1×0 Maranhão

O Tricolor ainda teve outra chance aos 25 minutos. Biel tabelou com Estupiñán, entrou na área e finalizou com perigo em cima da defesa maranhense. Na sobra, Ratão ganhou a disputa pelo alto, mas cabeceou fraco nas mãos de Moisés. Aos 33, o Maranhão obrigou Marcos Felipe a fazer boa defesa para evitar o empate.

Biel recebeu o cartão amarelo aos 34 minutos por cometer uma falta no meio-campo.O torcedor do tricolor se assustou aos 35 minutos. Marcos Felipe saiu mal do gol para tentar cortar o cruzamento, mas falhou e a meta ficou aberta. No entanto, a defesa baiana conseguiu afastar o perigo.

O Tricolor teve outra boa chance com Ademir aos 43 minutos. O atacante recebeu na grande área e bateu firme, mas o goleiro Moisés fez grande defesa para evitar o segundo gol baiano.

GOL E OS MELHORES MOMENTOS:

FICHA TÉCNICA
Bahia 1×0 Maranhão
Copa do Nordeste – 7ª rodada
Local: 
Arena Fonte Nova, em Salvador

Data: 24/03/2024 (domingo)
Horário: 16h
Transmissão: Nosso Futebol, ESPN, DAZN (TV fechada e Youtube)
Árbitro: José Magno Teixeira (RN)
Assistentes: João Henrique Queiroz da Silva e Francisco de Assis da Hora, também do Rio Grande do Norte

Cartões amarelos: Biel, Yago Felipe (Bahia) / Moisés (Maranhão)

Gol: Pedro Gustavo contra (Bahia)

 Bahia: Marcos Felipe; Gilberto (Ademir), Kanu, Victor Cuesta e Luciano Juba; Caio Alexandre (Yago Felipe), Jean Lucas (Caio Roque), Thaciano (Rafael Ratão) e Everton Ribeiro; Biel e Estupiñán (Marcos Vitor). Técnico: Rogério Ceni.

 Maranhão: Moisés; Franklin, Pedro Gustavo, Maicon e André Radija (Hugo Leonardo); Cavi (Denílson), Pedro Guilherme (Felipe Cruz) e Adeílson Maranhão; Ronald Camarão (Kessinho), Vinícius Barata e Rafael (Alison Araçoiaba). Técnico: Zé Augusto.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.