23/04/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Tenistas fazem primeira crítica ao Rio Open: muita terra na quadra; Nadal pede melhora

2 min read

Por Tiago Leme, do Rio de Janeiro (RJ), para o ESPN.com.br.

Efe

Rafael Nadal venceu na estreia no Rio Open
Rafael Nadal venceu na estreia no Rio Open

No segundo dia de jogos da chave principal do Rio Open surgiu a primeira crítica aberta ao torneio disputado no Brasil. Alguns tenistas, incluindo o número um do mundo Rafael Nadal, não gostaram do excesso de terra na quadra, o que dificulta a devolução da bola em determinados lances.

O holandês Robin Haase, 44º colocado do ranking mundial, reclamou bastante com um supervisor da ATP logo após ser derrotado pelo espanhol Albert Montañes (72º), nesta terça-feira à noite. Apesar de ter vencido o duelo disputado na quadra um do complexo do Jockey Club Brasileiro, Montañez concordou com as críticas do adversário ao saibro carioca.

“Há muito saibro em determinados pontos, e o quique fica meio ruim, tanto na quadra um quanto na central. A quadra está ruim, mas é ruim para os dois lados e não sou de ficar reclamando da quadra”, disse Montañes.

Um pouco mais tarde, Nadal foi questionado pelos jornalistas sobre a condição da quadra central, local onde estreou com vitória sobre o compatriota Daniel Gimeno-Traver nesta terça. A estrela espanhola, que já fez diversos elogios ao Brasil e ao povo do país, evitou adotar um tom mais forte, mas não escondeu que também ficou incomodado com os problemas no saibro do Rio.

“É verdade que tem lugares com muita terra. Acho que as pessoas que organizam podem tirar um pouco de terra, principalmente no fundo, no último metro ou nos últimos dois. Quando a bola quica perto da linha, é complicado devolver. Mas também não é nada traumático, é uma coisa que pode ser melhorada, e espero que melhores nos próximos dias”, afirmou Nadal, que vai enfrentar Albert Montañes nas oitavas de final.

Ano passado, vários tenistas reclamaram da quadra e das bolas do Brasil Open, disputado no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Na ocasião, Nadal poupou críticas ao terreno de jogo, mas culpou a ATP pelas bolas ruins.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.