23/04/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Ver a Copa no Brasil é para quem tem dinheiro, influência ou muita sorte

2 min read

Carolina Juliano
DO UOL, em São Paulo.

  • Fernando Moura/UOL

    Câmera posicionada sobre assentos do Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, para transmitir a semifinal da Copa das Confederações. Estádios da Copa não foram pensados para o posicionamento de câmeras da FifaCâmera posicionada sobre assentos do Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, para transmitir a semifinal da Copa das Confederações. Estádios da Copa não foram pensados para o posicionamento de câmeras da Fifa

 

Se você é um simples mortal, trabalhador, gente como a gente, e quer assistir a um jogo da Copa do Mundo no Brasil ou porque gosta de futebol, ou porque acha um programa interessante ir com a família ao estádio ou mesmo porque acredita que não pode perder a oportunidade de ver a Copa aqui em casa, saiba que a sua chance de conseguir um ingresso é talvez menor do que a de ganhar na loteria.

 

E se você ainda é daqueles que entrou na onda de que o futebol está voltando para a sua casa, e que aqui é a terra dos campinhos de terra com bola de meia, do futebol de várzea, do esporte do povo, aí você pode cair das nuvens quando perceber que a Copa do Mundo não é mesmo para o seu bico.

 

A Fifa fala em 3 milhões e tantas entradas disponíveis, mas na verdade este número refere-se à capacidade dos estádios e quando a gente começa a ler as letrinhas pequenas do contrato descobre que a maior parte dessas preciosas cadeiras já tinha dono antes do período de venda começar, estavam reservadas, foram loteadas para influentes, famosos, ricos ou ainda serão rifadas em promoções de patrocinadores. O que sobra mesmo para o público brasileiro, o dono da festa, comprar na bilheteria são 701.079 ingressos que terão que ser divididos com o público do mundo inteiro e mais 426.000 que são, diz a Fifa, só para os residentes no Brasil.

 

Só para ilustrar, se dividíssemos esses 426.000 ingressos pelos 201.032.714 de anfitriões (número de brasileiros estimado pelo IBGE em agosto de 2013), haveria um ingresso para cada 471 brasileiros. Tudo bem, mas ainda podemos disputar os ingressos com o resto do mundo. Então dividindo 1.101.079 ingressos pelo mesmo número de brasileiros (ignorando que estejamos disputando com os estrangeiros) melhora um pouco, mas a briga ainda é boa, 182 torcedores teriam que duelar por cada ingresso.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.