04/03/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

O tênis “deles” em Bangcoc e o tênis “delas” no Premier de Tóquio

3 min read

Do ZigZag do Esporte
ATP 250 de Bangcoc.

Berdych bate Simon em jogo de 3h e busca primeiro título do ano.

Principal favorito à conquista do ATP 250 de Bangcoc, o tcheco Tomas Berdych teve muitas dificuldades para avançar à final do torneio. Neste sábado, ele precisou de 2h55min de partida para derrotar o francês Gilles Simon, cabeça de chave 4, por 2 sets a 1, parciais de 6/7 (5-7), 6/2 e 7/5, e se qualificar para a briga pelo título.

Berdych, que havia perdido os três últimos duelos diante de Simon, conseguiu 20 aces na partida e mostrou calma nos momentos decisivos. No game final, ele perdia por 0-40, mas conseguiu se recuperar para fechar o jogo no primeiro match point que teve.

Em Bangcoc, Berdych, sexto colocado do ranking mundial, luta por seu primeiro título no ano. Ele chegou à final do ATP 250 de Marselha e do ATP 500 de Dubai, em que caiu para Jo-Wilfried Tsonga e Novak Djokovic, respectivamente.

Na final, o tcheco terá pela frente duelo duro com o canadense Milos Raonic, apontado como cabeça de chave 3 do torneio tailandês. Na semifinal, ele passou pelo francês Richard Gasquet, com parciais de 3/6, 7/5 e 6-4.

O confronto entre os finalistas ocorreu apenas uma vez pelo circuito profissional, nas oitavas de final do Masters 1000 de Cincinnati da temporada passada. Na ocasião, Raonic venceu por 2 sets a 1.

Getty

Berdych precisou de três horas, mas se sagrou campeão
Berdych precisou de três horas, mas se foi para a decisão

Kvitova é campeã em Tóquio e retorna ao top-10 da WTA.

A tcheca Petra Kvitova tem muitos motivos para comemorar. Neste sábado, ela foi campeã do Premier de Tóquio, derrotando a alemã Angelique Kerber por 2 sets a 1, com parciais de 6/2, 0/6 e 6/3, resultado que a recolocará entre as dez primeiras colocadas no ranking mundial feminino de tênis.

A final do Premier de Tóquio foi marcada pela instabilidade das duas tenistas. Cada uma das jogadoras conseguiu quebrar o serviço da adversária quatro vezes no duelo que durou 1h39min na capital japonesa.

“Eu sabia que não estava acabado até o ponto final. Depois do segundo set, sabia o que precisava fazer – jogar do mesmo jeito do que no primeiro, continuar agressiva e diminuir os erros. Estou muito feliz de ganhar a final. Para mim, todo o torneio foi ótimo, senti-me bem na quadra durante toda a semana”, disse Kvitova.

Foi o segundo título da tenista tcheca na temporada e o 11º de sua carreira. Com o resultado, ela subirá para a sétima colocação e voltará ao top-10 do ranking mundial depois de apenas algumas semanas fora da lista. Após o Aberto dos Estados Unidos, ela deixou o grupo pela primeira vez desde seu debute em 2011.

 

Fonte: ESPN.com.br com Agência Gazeta Press

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.