16/04/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Mulher acusa 4 jogadores do Vitória de estupro após jogo em Curitiba; dirigente nega

3 min read

Da Redação, Correio e iBahia
Atualizado às 11h15

A imprensa paranaense noticiou, na manhã desta segunda-feira (30), que quatro jogadores do Vitória estão sendo acusados de estuprar uma mulher de 44 anos, em Curitiba, após o jogo contra o Atlético Paranaense na noite de domingo (29).  Os nomes dos jogadores acusados pelo estupro não foram divulgados.

Segundo o site da rádio Banda B, a mulher se jogou na frente de um táxi pela manhã pedindo socorro. Sem identificar o nome dos atletas, ela disse que eles a violentaram em um quarto do hotel Bourbon, onde a delegação está hospedada.

O iBahia Esportes entrou em contato com o hotel Bourbon. A recepção disse que o movimento foi intenso logo após a acusação da mulher, mas que tudo já está liberado e tranquilo. A recepção disse também que os jogadores do Vitória, até às 10h desta segunda-feira, continuavam no hotel.

Segundo o diretor de futebol rubro-negro Raimundo Queiroz, também em entrevista ao iBahia Esportes, a delegação rubro-negra ainda está em Curitiba. Queiroz confirmou que houve a acusação. “Estamos aqui ainda. É uma mulher querendo se aproveitar da situação. Ela viu os jogadores uniformizados. Nem apareceu no andar, temos um andar só nosso. Ninguém a viu. Deve ser alguma mulher procurando alguma coisa ilícita”, disse o dirigente.

A suposta vítima relatou que estava em um boate com um amiga que seria a namorada de um dos jogadores. De lá, seguiram para o hotel.

Logo depois, segundo o relato da mulher, a namorada de um jogadores seguiu para um quarto, enquanto ela ficou no bar do hotel com os pais dela minutos antes de entrar em outro quarto. Foi lá que ela teria sido estuprada por quatro jogadores. Segundo ela, os atletas se revezaram do suposto estupro até a fuga.

“Ela se jogou no meu carro. Perguntei se estava louca e ela falou que tinha sido estuprada pelos jogadores do Vitória. Daí vi que era sério. Ela chorava muito e mostrou um hematoma no peito. Quando vi o cartão de hotel na mão dela fui até o Bourbon ver o que estava acontecendo”, disse o taxista que atendeu a mulher na porta do hotel, segundo declaração para o site da rádio Banda B.

Uma investigadora da Delegacia da Mulher de Curitiba informou ao Correio24Horas que os envolvidos no caso já estão sendo ouvidos desde o início da manhã. O caso segue sob investigação.

A previsão é que às 11h30 a delegada que está à frente do caso convoque os membros da imprensa para uma entrevista coletiva, onde esclarecerá dúvidas sobre o suposto crime. “A delegada só vai se pronunciar quando estiver a par de tudo”, explicou a investigadora.

Hotel Hotel Bourbon se pronuncia
A assessoria de imprensa do hotel onde a delegação do Vitória está hospedada divulgou uma nota oficial sobre o caso. O Hotel Bourbon, um dos mais tradicionais e luxuosos do centro de Curtiiba, negou o registro de reclamações no período em que o suposto crime teria ocorrido.

Confira a nota na íntegra:
“A Rede Bourbon Hotéis & Resorts esclarece que todo o processo de check-in e check-out  das hóspedes foi feito de acordo com o procedimento padrão da hotelaria.

Durante a estadia – registrada na madrugada do dia 30 de setembro de 2013, entre 02h e 05h30 – não houve nenhuma queixa ou registro de reclamações.

A Rede Bourbon preza pela privacidade dos hóspedes e não tem acesso às informações particulares de cada apartamento”.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.