23/02/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Acompanhe no ZigZag do Esporte tudo da Champions, grupo E, F, G e H; confira

7 min read

Do ZigZag do Esporte com Agência EFE.

Champions League 2013/14. 

Para não repetir vexame de 2012, Chelsea busca primeira vitória.

Reuters

José Mourinho busca levar o Chelsea à primeira vitória na Liga dos Campeões
José Mourinho busca levar o Chelsea à primeira vitória na Liga dos Campeões

Pressionado pela derrota de 2 a 1 para o Basel, em casa, o Chelsea precisa desesperadamente da reação como visitante para não ficar em situação delicada no Grupo E.

O time inglês vai a Arena Nacional de Bucareste, na Romênia, medir forças com o Steaua, que caiu por 3 a 0 para o Schalke 04 na estreia.

Em caso de derrota o Chelsea começa a temer repetir o vexame do ano passado, quando pela primeira vez um campeão foi eliminado na etapa de grupos do ano seguinte. O fato foi minimizado pelo português José Mourinho, técnico do time inglês.

“O que aconteceu no ano passado sinceramente não nos interessa. O importante é que podemos ganhar o jogo desta terça-feira e fazer com que todos deixem de falar da derrota em nossa estreia”, disse Mourinho.

Basel e Schalke 04 duelam na Suíça pela liderança do grupo, no mesmo horário. O ganhador pode ficar em situação muito confortável na luta por uma vaga nas oitavas.

 

Arsenal busca ‘algo a mais’ diante de embalado Napoli; Dortmund encara Olympique.

Getty Image

Arsenal Ingles
Arsenal lidera o Campeonato Inglês e possui um dos melhores retrospectos deste início de temporada

Pelo Grupo F da Liga dos Campeões da Europa, o Arsenal, líder isolado do Campeonato Inglês com 15 pontos em seis jogos, encara o Napoli, vice-líder do Italiano com 16. O duelo será realizado nesta terça-feira, a partir das 15h45 (de Brasília), no Emirates Stadium, em Londres.

O time britânico vêm de cinco vitórias consecutivas na competição nacional e bateram o Olympique de Marselha por 2 a 1 na estreia do torneio continental. O zagueiro alemão Mertesacker aponta que a equipe vive um grande momento, que deve ser aproveitado.

“Podemos ver o time todo celebrando junto cada gol, cada boa jogada. Tem uma mentalidade muito boa construindo um caminho do qual nós podemos nos orgulhar. É o nosso momento e podemos melhorar ainda”, analisou.

Os italianos estão preparados para um duelo complicado contra os londrinos e prometem uma estratégia diferente da aplicada contra o Borussia Dortmund na primeira rodada, quando o time venceu por 2 a 1.

“Espero um páreo duro e vejo o Wenger como o melhor treinador da Premier League. A primeira partida nos deu muita energia, mas agora vai ser diferente, porque são outros oponentes. Respeitamos o Arsenal, mas não temos medo”, declarou o técnico do time napolitano, Rafa Benítez.

Também pelo Grupo F, o Borussia Dortmund recebe o Olympique de Marselha. As duas equipes buscam a primeira vitória na competição e entram em campo no Westfalenstadion, a partir das 15h45 (de Brasília).

Getty

Mkhitraryan comemora gol do Borussia Dortmund contra o 1860 Munchen, pela Copa da Alemanha
Dortmund, vice-campeão no ano passado, busca a primeira vitória na temporada

Atlético de Madri visita Porto para embalar na Champions.

Efe

David Villa é a principal esperança dos 'colchoneros' nesta terça-feira
David Villa é a principal esperança dos ‘colchoneros’ nesta terça-feira; Diego Costa, suspenso, será desfalque

Desfalcado de seu principal jogador nesta temporada – o brasileiro Diego Costa, artilheiro do Campeonato Espanhol e que está suspenso -, o Atlético de Madrid enfrenta nesta terça-feira o Porto fora de casa, no Estádio do Dragão, às 15h45 (de Brasília), em duelo que vale a liderança do grupo G da Liga dos Campeões da Europa.

Como as duas equipes venceram suas partidas de estreia, quem vencer o confronto válido pela segunda rodada da chave chegará a seis pontos e não poderá ser alcançado por Austria Viena e Zenit São Petersburgo, que se enfrentarão também amanhã e podem no máximo chegar a três pontos.

Em caso de empate, o Atlético ficará na ponta por ter melhor saldo de gols, já que na rodada inaugural bateu o Zenit em casa por 3 a 1, enquanto o Porto derrotou o time austríaco por 1 a 0.

Apesar de ter se reforçado com o atacante David Villa para esta temporada, o Atlético vem tendo como grande destaque um velho conhecido. Contratado em 2007 e emprestado a vários times até 2009, quando foi vendido ao Valladolid, e readquirido um ano depois pela equipe ‘colchonera’, que o emprestou novamente no ano passado (no caso ao Rayo Vallecano), Diego Costa não só se firmou como titular como tem conseguido até aqui um feito raro.

O brasileiro divide a artilharia do Campeonato Espanhol com ninguém menos que Lionel Messi (ambos têm oito gols em sete rodadas) e é cotado para defender a seleção espanhola, embora já tenha sido convocado pelo técnico Luiz Felipe Scolari para dois amistosos do Brasil neste ano (contra Itália e Rússia) e tenha até entrado em campo.

O goleador cumprirá a última partida da suspensão de quatro jogos de torneios continentais por ter agredido um adversário com uma cabeçada, em confronto com o Viktoria Plzen no ano passado pela Liga Europa.

Sem ele, as esperanças da torcida e do técnico argentino Diego Simeone estão depositadas em Villa, que, desde que veio do Barcelona, não correspondeu à expectativa de suprir o espaço deixado pelo colombiano Radamel Falcao, contratado pelo Monaco. O espanhol deve ser o único atacante titular amanhã, deixando no banco outro brasileiro, Léo Baptistão.

Além da ausência de Diego Costa, outro fator que o Atlético precisará superar no jogo desta terça é o peso por ter sido eliminado pelo Porto em suas últimas duas participações na Liga: nas oitavas de final da temporada 2008-09 (por ter marcado menos gols em casa em uma série empatada em 2 a 2) e na fase de grupos da edição seguinte, na qual perdeu tanto fora (2 a 0) como em seus domínios (3 a 0).

A vaga de Diego Costa deve ser ocupada pelo meia Raúl García, conforme os últimos treinos. Simeone também terá que resolver um problema na zaga. O uruguaio Godín, habitual companheiro do ex-são-paulino Miranda, ainda não se recuperou de uma entorse no joelho e pode ceder o lugar ao belga Toby Alderweireld.

Pelo lado do atual campeão português, a aposta é no bom momento que o time vive na competição nacional – campanha invicta de cinco vitórias e um empate – e no ótimo retrospecto na Liga dos Campeões jogando em casa, onde não perdeu nas duas últimas edições.

A equipe ainda não sabe se poderá contar com o zagueiro brasileiro Maicon, recém recuperado de uma lesão, e o meia belga Steven Defour, que foi baixa no duelo com o Austria Viena na primeira rodada. Os representantes brasileiros com presença certa no confronto pelo Porto são o goleiro Hélton, o volante Fernando e os laterais Danilo e Alex Sandro.

 

Milan tenta se aproveitar de ‘desespero’ do Ajax.

Detentor de sete títulos da Uefa Champions League, o Milan enfrenta o Ajax, na Amsterdam Arena, às 15h45 (horário de Brasília), na luta para manter o bom início no grupo H – a ESPN transmitirá o VT inédito deste jogo a partir das 18h desta terça-feira.

Na primeira rodada, o clube italiano derrotou o Celtic por 2 a 0, em jogo apertado. O time rossonero está ciente de que o rival, de grande tradição, não passa por bom momento, estreou sendo goleado pelo Barcelona por 4 a 0 e tem campanha apenas regular no Holandês. Portanto, o técnico Massimiliano Allegri entende que pode tentar explorar possível desespero para construir a vitória.

“Creio que o Ajax vai precisar sair para o jogo, pois sabe que dificilmente uma das vagas vai deixar de ser do Barcelona. Eles encaram esta partida como um confronto direto e, dentro de casa, tomarão iniciativa. Vamos ser cautelosos, observar a estratégia de nosso rival, fazer a leitura correta da partida e tentar surpreender”, explicou o treinador italiano.

Para o duelo desta terça, o Milan não contará com o atacante El Shaarawy, que sofreu uma microfratura no osso do pé esquerdo e deve desfalcar por duas semanas. Kaká segue fora.

Getty

Robinho voltou a marcar após oito meses de jejum
Robinho será titular ao lado de Balotelli no duelo do Milan contra o Ajax

Allegri confirmou que Robinho será titular em Amsterdã: “Matri irá para o banco de reservas, porque no domingo não tenho Balotelli. Amanhã, Balotelli e Robinho formarão a dupla de ataque”.

No Ajax, o técnico Frank de Boer respirou aliviado com a goleada em cima do Go Ahead Eagles por 6 a 0 e espera pela recuperação na Liga dos Campeões. O ex-barcelonista Bojan Krkic se machucou na última vitória e será baixa no clube holandês de três a quatro semanas.

“Não podemos cometer erros desnecessários. Se nos mantivermos concentrados nos 90 minutos, podemos conseguir um bom resultado”, afirmou o ex-zagueiro.

FICHA TÉCNICA
AJAX X MILAN

Estádio: Amsterdam Arena, em Amsterdã (Holanda)
Data: 1º de outubro de 2013, terça-feira
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Jonas Eriksson (Suecia)

AJAX: Cillessen; Van Rhijn, Moisander, Denswil, Boilesen; De Jong, Poulsen, Duarte; De Sa, Sigthorsson y Fischer. Técnico: Frank de Boer.

MILAN: Abbiati; Abate, Zapata, Mexes e Emanuelson; Montolivo; De Jong, Muntari, Birsa; Balotelli e Robinho. Técnico: Massimiliano Allegri

 

Fonte: ESPN.com.br com Agência Gazeta Press

 

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.