20/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Com melhor 1º tempo da história, Spurs batem Heat fora e fazem 2 a 1 em final.

3 min read

Do Zigzagdoesporte por ESPN.com.br.

O melhor primeiro tempo da história das finais. Setenta e seis por cento de aproveitamento dos arremessos, setenta por cento da linha de três pontos e um jogo responsável por impressionar o atual bicampeão da NBA. Com esta receita – e Kawhi Leonard inspirado -, o San Antonio Spurs derrotou na noite desta terça-feira o Miami Heat por 111 a 92, em plena American Airlines Arena, e fez 2 a 1 na decisão da liga americana.

Pressionados pela derrota em casa no jogo 2, os Spurs realizaram uma primeira etapa histórica diante de LeBron James e companhia. O aproveitamento altíssimo resultou em 71 pontos, 21 de vantagem na metade do jogo, números decisivos para a franquia texana recuperar o mando de quadra e depender apenas de triunfos diante de sua torcida para conquistar a taça.

Fora o jogo coletivo excepcional, a noite desta terça-feira ficará marcada pela grande partida de Kawhi Leonard na pós-temporada (e talvez na carreira). O ala, além de anular LeBron James – responsável por sete turnovers durante o jogo, pior marca da história do astro -, marcou 29 pontos e terminou como cestinha. Danny Green, com 15, também se destacou.

REUTERS

Leonard (centro) foi o grande destaque da segunda vitória dos Spurs sobre o Miami Heat
Leonard (centro) foi o grande destaque da vitória

Agora, os Spurs, com moral após quebrarem uma sequência de 11 triunfos seguidos do rival em casa nos playoffs, poderão se aproximar do título na próxima quinta-feira. Com transmissão da ESPN, a partir das 22h (de Brasília), a franquia do Texas encara o Miami Heat, novamente na Flórida, pelo quarto encontro entre os times nesta decisão de temporada.

O melhor aproveitamento de arremessos da história de um primeiro tempo nas finais da NBA. Esta frase impactante resume os dois primeiros quartos do San Antonio Spurs no jogo 3 desta terça-feira. Com um ataque versátil e Kawhi Leonard inspirado, a franquia Texana abriu 41 a 25 após os 12 minutos iniciais; placar que serviu para amenizar a pressão do público.

Sempre fanática e barulhenta, a torcida do Miami Heat sentiu o baque. O abatimento se tornou ainda maior em virtude do ritmo fantástico da equipe de Gregg Popovich. Somente com dois minutos do segundo quarto, os Spurs abriram 20 pontos no marcador (48 a 28). Os arremessos dos visitantes caíam de todos os lados da quadra.

Assim, o Spurs registraram o melhor primeiro tempo ofensivo da história dos playoffs. Mesmo diante de uma das grandes defesas da NBA, a equipe de San Antonio fez 71 a 50, placar que credenciava a experiente equipe texana a uma surpreendente vitória tranquila, diante de um Heat com a pior defesa em todas as suas participações na pós-temporada.

Apenas parecia. O Miami Heat acordou na partida e assumiu o controle da partida no terceiro quarto. Em um período no qual Gregg Popovich poupou Tim Duncan, Danny Green e Kawhi Leonard durante alguns minutos, o time da Flórida aproveitou-se para voltar ao jogo. Restando pouco mais de dois minutos para o fim, o atual bicampeão derrubou o déficit no marcador para menos de dez.

O susto, no entanto, durou apenas alguns minutos. Com a presença dos mais experientes novamente em quadra e de Kawhi Leonard, o grande atleta da noite em Miami, os Spurs seguraram o ímpeto do Heat, derrubaram a empolgação momentânea da torcida e obtiveram a importante vitória, que recoloca os texanos na liderança da série final.

 

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.