22/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Brasil e Chile saem no tapa; chilenos acusam agressão de assessor da CBF; CONFIRA.

3 min read

Gustavo Franceschini e Pedro Ivo Almeida Do UOL, em Belo Horizonte (MG).

Rodrigo Paiva admitiu ter empurrado o atacante chileno
Rodrigo Paiva admitiu ter empurrado o atacante chileno.

Uma confusão que começou no gramado, no fim do primeiro tempo, entre Fred e Gary Medel, terminou em socos e pontapés entre membros das comissões técnicas de Brasil e Chile no vestiário do Mineirão. Segundo relatos dos dois lados, o empurra-empurra aconteceu na saída para o intervalo, na área comum. A delegação dos chilenos deixou o estádio reclamando que Rodrigo Paiva, assessor de imprensa da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), teria acertado um soco no atacante Mauricio Pinilla.

“O que aconteceu foi que o chefe da imprensa de vocês acertou o nosso jogador. A confusão terminou assim”, disse Maria José, funcionária do departamento de comunicação da Federação Chilena.

“Foi uma confusão generalizada, não foi algo só comigo. Só que o Pinilla veio para cima de mim e eu apenas me defendi. Reagi empurrando ele”, explicou Rodrigo Paiva.

A confusão começou ainda no gramado. Gary Medel, que estava na marcação de Fred, se estranhou com o atacante e levou um tapa no pescoço. Imediatamente os demais jogadores se juntaram em torno da confusão, que prosseguiu para o vestiário.

“Rolou uma discussão e um empurra-empurra. Foi entre as comissões técnicas, não teve jogador envolvido. O auxiliar do [Jorge, técnico do Chile] Sampaoli, um cabeludo [Sebastian Beccacece] começou a xingar. Teve trocas de empurrões. A arbitragem viu e apartou. Não houve agressões, mas teve empurrões”, disse Rodrigo Paiva.

“Teve uma discussão normal, me parece que o importante é falar de futebol. O árbitro esteve um pouco assim e deu peso às circunstâncias. Que a gente possa falar só de futebol, que é o que queremos”, disse Beccacece.

A confusão já estava sendo relatada por jornalistas chilenos desde o meio do segundo tempo. Embora não tenham visto o ocorrido, os repórteres conseguiram as informações com membros da comissão técnica. Segundo a comunicação da Federação Chilena, as câmeras da Fifa flagraram as agressões, embora a transmissão oficial não tenha exibido nada. Entre os jogadores brasileiros, o único que falou sobre o assunto foi David Luiz.

“Não vi, só cheguei depois. Aqui [no vestiário] estava uma confusão. Só afastei e falei: ‘Vamos jogar futebol, catimba é o que eles querem'”, disse o zagueiro, que complementou com uma brincadeira. “O Rodrigo [Paiva] não acerta soco nem em mosca, vai acertar no Pinilla?”, disse David.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.