20/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Enfim derrotado: Márquez fica em 4º e não consegue recorde isolado; Pedrosa vence.

2 min read
Do Zigzagdoesporte com AFP.
GETTY
Dani Pedrosa venceu na República Tcheca e acabou com a sequência de Marc Márquez
Dani Pedrosa venceu na República Tcheca e acabou com a sequência de Marc Márquez

O sonho de Marc Márquez de chegar a uma sequência recorde de 11 vitórias na Moto GP chegou ao fim neste domingo, quando Dani Pedrosa, seu companheiro na Honda, venceu a corrida em Brno, na República Tcheca.

Pedrosa, que ganhou no circuito em 2012, finalizou as 22 voltas em 42m47s800, à frente de Jorge Lorenzo e Valentino Rossi. Márquez ficou apenas na quarta colocação. Isso porque ele largou na pole position.

O atual campeão mundial e líder desta temporada tentava se tornar o primeiro piloto na história a ganhar as 11 primeiras provas da campanha. Dessa forma, ele fica igualado à lenda italiana Giacomo Agostini, que também ganhou as dez corridas iniciais do ano em 1968, 1969 e 1970, período em que dominava a categoria.

No entanto ninguém até hoje conseguiu a marca de 11 vitórias. Vale lembrar que em 1968 só ocorreram dez provas em toda a temporada.

Márquez, que fica fora do pódio pela primeira vez desde outubro do último ano, quando não terminou a prova, agora lidera a competição com 263 pontos, 77 a mais do que Pedrosa e 90 à frente de Rossi.

Como frequentemente ocorreu nesta temporada, o espanhol largou mal e caiu do primeiro para o sexto lugar logo de cara. Ele até se recuperou e pulou para terceira posição, mas, em vez de encostar nos líderes, acabou pressionado por Rossi.

O italiano, mesmo com uma lesão no dedo mindinho da mão esquerda por conta de um acidente sofrido no treino de sábado, foi para cima do campeão e conseguiu a ultrapassagem.

Confira como ficou a classificação do Grande Prêmio da República Tcheca:

1. Dani Pedrosa (ESP/Honda) – 42m47.800s
2. Jorge Lorenzo (ESP/Yamaha) – +0.410s
3. Valentino Rossi (ITA/Yamaha) – +5.259s
4. Marc Márquez (ESP/Honda) – +10.454s
5. Andrea Iannone (ITA/Pramac Ducati) – +17.639s
6. Andrea Dovizioso (ITA/Ducati) – +17.834s
7. Stefan Bradl (ALE/LCR Honda) – +23.819s
8. Aleix Espargaro (ESP/Forward Yamaha) – +29.621s
9. Bradley Smith (ING/Tech 3 Yamaha) – +30.364s
10. Alvaro Bautista (ESP/Gresini Honda) – +37.639s
11. Scott Redding (ING/Gresini Honda) – +55.604s
12. Michele Pirro (ITA/Ducati) – +56.727s
13. Hiroshi Aoyama (JAP/Aspar Honda) – +56.908s
14. Karel Abraham (TCH/Cardion Honda) – +1m04.135s
15. Leon Camier (ING/Aspar Honda) – +1m04.902s
16. Alex de Angelis (RSM/Forward Yamaha) – +1m20.666s
17. Hector Barbera (ESP/Avintia FTR-Kawasaki) – +1m24.282s
18. Mike di Meglio (FRA/Avintia FTR-Kawasaki) – +1m27.436s
19. Broc Parkes (AUS/PBM-Aprilia) – +1m37.867s

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.