22/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Jacaré se vinga de Mousasi após seis anos e fica a um passo do cinturão dos médios.

2 min read

Do Zigzagdoesporte.com.br por ESPN.com.br.

GETTY

Jacaré teve luta dura nesta sexta-feira, mas triunfou
Jacaré teve luta dura nesta sexta-feira, mas triunfou

Seis anos depois, Ronaldo Jacaré se vingou do iraniano Gegard Mousasi com direito a finalização por guilhotina no terceiro round e ficou um passo do cinturão dos pesos médios. O brasileiro dominou todo o combate e buscou a finalização desde o início. O golpe vencedor apareceu justamente na tentativa desesperada do rival de se manter em pé, o que acabou gerando o espaço que o octacampeão mundial de jiu-jitsu nunca desperdiçaria.

“Com certeza (mereço a chance). Quem duvida disso está totalmente errado. Lutei com um dos caras mais duros da categoria. O Lyoto lutou com ele por cinco rounds e eu precisei de apenas três para finalizar. Eu sou o próximo a lutar pelo cinturão”, disse Jacaré, sem titubear, ainda em cima do octógono.

GETTY

Jacaré venceu na noite desta sexta-feira
Jacaré venceu na noite desta sexta-feira

Jacaré e Mousasi lutaram pela primeira vez ainda em setembro de 2008, pelo título do Dream. O brasileiro até vinha bem na luta, mas acabou bobeando e foi nocauteado com uma pedalada do iraniano. Desde então, Ronaldo se reinventou aos poucos, chegou a ser campeão do Strikeforce e chegou à revanche já como o quarto no ranking dos pesos médios do UFC, atrás apenas de Anderson Silva, do ex-desafiante Lyoto Machida e do próximo desafiante Vitor Belfort.

Jacaré só espera a luta entre Chris Weidman e Vitor Belfort no final do ano para saber quem desafiará pelo título da categoria. Dana White não quis prometer a chance pelo título antes da luta, mas é praticamente impossível que Ronaldo não ganhe a oportunidade.

Ele deve chegar à chance pelo título credenciado por um cartel de 21 vitórias e apenas três derrotas, além de uma luta que acabou sem resultado. Isso, claro, sem falar nos oito títulos mundiais no jiu-jitsu.

Já Mousasi também foi campeão do Strikeforce, mas pela categoria de cima, a dos meio-pesados. O iraniano, porém, nunca estourou como se esperava e era ‘apenas’ o sétimo no ranking do UFC. Ele fica agora com um cartel de 35 vitórias, cinco derrotas e dois empates.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.