14/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Hamilton aproveita problema de Rosberg, vence em Cingapura e é o novo líder do Mundial.

2 min read

Do Zigzagdoesporte.com.br por ESPN.com.br.

GETTY

Lewis Hamilton, da Mercedes, liderou quase que de ponta a ponta o GP de Cingapura
Lewis Hamilton, da Mercedes, liderou quase que de ponta a ponta o GP de Cingapura

O Mundial de Pilotos da Fórmula 1 tem um novo líder. Neste domingo, no GP de Cingapura, Lewis Hamilton foi líder quase que de ponta a ponta, venceu e ultrapassou a pontuação de seu companheiro de Mercedes, Nico Rosberg, que teve problemas logo na largada e teve que abandonar.

Até então líder da disputa, Rosberg teve que começar a prova deste domingo no pit-lane, com uma falha eletrônica no carro. O alemão até conseguiu largar, mas, com dificuldades para engatar as marchas, acabou deixando a prova na 15ª volta, abrindo caminho para a liderança de Hamilton.

A segunda colocação neste domingo ficou com Sebastian Vettel, da Red Bull, que acabou a frente do companheiro Daniel Ricciardo. O brasileiro Felipe Massa, que saiu em sexto, terminou no quinto lugar, atrás de Fernando Alonso, da Ferrari, e seis posições a frente de Valtteri Bottas.

Na briga pela ponta, a vitória do britânico no circuito de rua de Marina Bay não pareceu ameaçada em nenhum momento. Largando sozinho na primeira fila, Hamilton abriu vantagem confortável para Alonso, Vettel e Ricciardo, que foram seus principais perseguidores na prova.

A entrada do safety car, na 31ª volta – após acidente entre Adrian Sutil, da Sauber, e Sergio Pérez, da Force India -, até levantou alguma preocupação, já que Hamilton teve que parar uma vez a mais que os rivais mais próximos na relargada. Nem isso, porém, foi suficiente para atrapalhar.

GETTY

Felipe Massa, da Williams, terminou em quinto
Felipe Massa, da Williams, terminou em quinto

Quando retornou dos boxes, Hamilton se viu imediatamente atrás de Vettel, mas, com os pneus em melhores condições, não demorou muito tempo para retomar a ponta e garantir os 25 pontos pela vitória, que o leva a 241 na temporada, três a mais que os 238 pontos de Rosberg.

Além da troca na liderança do Mundial, o GP de Cingapura também marcou a estreia das novas restrições para o uso do rádio entre pilotos e equipes. Jean-Éric Vergne, da Toro Roso, foi a primeira “vítima” e acabou punido em cinco segundos por ter ouvido uma orientação irregular.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.