18/04/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Acompanhe um giro pela rodada na noite da quarta-feira na série A

5 min read

Do ZigZag do Esporte.

Campeonato brasileiro 27ª rodada.

Renato Gaúcho explica banco de Zé Roberto e Elano: ‘Não posso mudar o que está certo’.

Divulgação/Grêmio

O experiente Zé Roberto, camisa 10 do Grêmio, jogou como titular, mas é banco quando o elenco está completo
O experiente Zé Roberto, camisa 10 do Grêmio, jogou como titular, mas é banco quando o elenco está completo

Os experientes Zé Roberto e Elano foram titulares na derrota do Grêmio para o Criciúma, em casa, na última quarta-feira. Os dois jogadores, porém, só começaram a partida por desfalques no time do técnico Renato Gaúcho, que explica a atual situação de suplentes dos dois jogadores.


“Infelizmente, pro Zé e pro Elano, eles se machucaram e ficaram muito tempo ausente. Nesse tempo, nós acertamos a equipe, chegamos ao G-4, então não posso mudar o que está certo. Esquema pra mim é resultado. Não posso desprezar os jogadores que foram a campo quando eu precisei”, afirmou. “A decisão cabe a mim. Sou pago pra isso: decidir quem joga, sou eu que escolho”, falou.

O técnico também comentou sobre outros jogadores do elenco do Grêmio. Neste caso, os estrangeiros. O time tricolor tem o argentino Barcos, o chileno Vargas, o paraguaio Riveros e o uruguaio Maxi Rodríguez. O último foi titular e autor do gol do Grêmio contra o Criciúma. Porém, não deve continuar como entre os 11 nas próximas partidas.

“Eu não posso fazer milagres. Só posso entrar em campo com três estrangeiros, e nós temos quatro. Dois estão na seleção (Vargas e Riveros), e o Barcos é muito importante no nosso esquema. O Maxi tem um futuro muito grande, é um ótimo jogador, então quando um está na seleção, a gente aproveita o Maxi”, explicou.

 

Com duas derrotas seguidas e sem vencer clássicos, Flu se reaproxima do Z-4.

Photocamera

Júnior Lopes pediu calma ao Fluminense
Júnior Lopes pediu calma ao Flu após segunda derrota seguida

A derrota do Fluminense para o Vasco, nesta quarta-feira, representou o segundo resultado negativo em sequência após uma série de oito jogos sem perder do Tricolor. Não obstante, o time segue sem vencer clássicos em 2013. São 3 empates e 7 derrotas, somando os jogos pelo Campeonato Carioca e pelo Brasileiro.

A nível de classificação na segunda competição, o Flu também viu seus sonhos de alcançar o G-4 minguarem, e voltou a temer o “fantasma” do rebaixamento. Mesmo na 12ª colocação, o clube carioca está a apenas 2 pontos do Z-4, e a 11 dos quatro primeiros.

O lateral Bruno reconheceu a gravidade da situação, e pediu que o time reencontre o caminho das vitórias.

“É perigoso demais. A gente tem que descansar e começar a ganhar, a pontuar. Só assim vamos sair dessa situação”, afirmou o camisa 2, ainda na saída do gramado da Ressacada, em Florianópolis.

O auxiliar Júnior Lopes, que substituiu o suspenso Vanderlei Luxemburgo nos últimos dois jogos, pediu calma. Ele lembrou que o discurso oficial nunca foi de empolgação mesmo durante a boa fase do Fluminense, e citou a oscilação que outras equipes têm vivido dentro do Brasileiro.

“O discurso nosso, o do Vanderlei, nunca foi esse (briga pelo G-4). A primeira posição sempre foi sair da confusão, como diz o Vanderlei. O campeonato é traiçoeiro, equilibrado. Temos que ter calma. São duas derrotas, mas antes foram oito resultados positivos. Ninguém falava do Fluminense no G-4, e depois dos resultados a imprensa começou a falar, trazer isso de fora para dentro. Mas a gente sabe que isso acontece, disputamos o campeonato há muito tempo. Tem exemplos no próprio campeonato. O Inter estava mal e nos venceu, agora está próximo do G-4. O Vitória vinha mal, o Ney (Franco) entrou e melhorou, hoje perdeu de novo . O Criciúma venceu o Grêmio… Estamos preparados. Não adianta desequilibrar, tem que ter calma”, afirmou.

Em busca da recuperação, o Fluminense tem pela frente o vice-líder Grêmio, às 18h30 (de Brasília) deste sábado, no Maracanã. Lopes citou a importância do jogo, e pediu o apoio da torcida.

“Sábado tem um jogo importante com o Grêmio, e contamos com o apoio da torcida. É o momento de estarmos juntos pra retomar essa sequência que tivemos. Sabemos que podemos. Quem sabe não começa no sábado, e contamos com o apoio da torcida para isso”, concluiu.

 

Alvo de críticas e autor de gol, Cris é defendido por Dorival Júnior.

Divulgação / Vasco

Cris comemora: questionado, zagueiro se redimiu ao marcar o gol da vitória no clássico contra o Fluminense
Cris foi abraçado por companheiros após gol contra o Flu

Duramente criticado pela torcida do Vasco após a falha no clássico contra o Flamengo, no último domingo, Cris conseguiu a redenção três dias depois, ao marcar o gol da vitória em novo clássico, desta vez diante do Fluminense. Indagado no último domingo sobre até quando teria paciência com o zagueiro, o técnico Dorival Júnior saiu em defesa do jogador após a partida contra o Fluminense.

“Vários jogadores foram questionados e estão dando boa resposta. Acho que um jogador como ele não joga anos na Europa por acaso. Ele tem coisas muito boas. Num encaixe de uma equipe de repente um outro elemento se vêem prejudicados por não atuarem nas melhores condições, na melhor posição ou não estar no ápice físico ou técnico. Graças a Deus ele vinha dando uma boa resposta. Contra o Inter foi bem e contra o Flamengo foi questionado. Temos de ter paciência”, disse Dorival Júnior.

Após a partida, Cris agradeceu a confiança concedida por Dorival e também pelos companheiros, que o abraçaram muito após o gold e cabeça que decretou a vitória contra o Fluminense.

“Tenho 36 anos, já passei por vários momentos bons e difíceis na minha carreira Errar é humano, estamos propícios a isso, mas sou um cara que vou persistir, nunca vou largar e estou sempre buscando o coletivo”, afirmou Cris.

Para a próxima partida, contra o Criciúma, o técnico Dorival Júnior terá de escolher o companheiro de Cris. Jomar, titular, foi punido com o terceiro cartão amarelo e está suspenso. Renato Silva e Rafael Vaz são as opções.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.