14/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Tetra olímpico, Michael Johnson prevê Brasil na briga por pódio no 4x400m em 2016. Entenda o fato.

3 min read

Tetracampeão olímpico, o norte-americano Michael Johnson acredita que o Brasil brigará por medalhas na prova do revezamento 4x400m nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016.

Do Zigzagdoesporte.com.br por ESPN.com.br com agência Gazeta Press.

GETTY

Revezamento brasileiro ganhou um voto de confiança de Michael Johnson
Revezamento brasileiro ganhou um voto de confiança de Michael Johnson

Tetracampeão olímpico, o norte-americano Michael Johnson acredita que o Brasil brigará por medalhas na prova do revezamento 4x400m nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016. O ex-velocista trabalha como consultor da equipe nacional da prova há aproximadamente um ano e vê o time evoluindo e com condições de subir ao pódio.

Johnson realizou a última sessão de 2014 de seu camping de treinamento com atletas nacionais do 4x400m, no Rio de Janeiro. Foi o terceiro encontro entre ele e os corredores no Brasil. Em abril, cinco atletas foram a Dallas, nos Estados Unidos, para treinar no centro de alta performance de propriedade do norte-americano.

“Não tenho dúvidas de que esta equipe tem todo potencial de chegar à final olímpica do revezamento 4x400m no Rio 2016. Uma vez chegando na final, tudo pode acontecer. A medalha é possível para esse time”, projetou Michael Johnson, contratado em um convênio do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). “Tudo o que podemos fazer é continuar o trabalho o mais duro que pudermos. O objetivo é fazer com que esses atletas tenham o seu melhor desempenho nos Jogos Olímpicos”, completou.

O Brasil ficou com a sétima colocação do 4x400m no Mundial de Atletismo de Moscou, em 2013, com equipe composta por Anderson Henriques (também finalista individual), Hugo Balduino, Wagner Cardoso e Pedro Burmann. Os quatro treinaram nesta quarta-feira ao lado de Anderson dos Santos, Hederson Estefani, Jonathan Henrique da Silva, Lucas Santos, Peterson dos Santos e Alexander Russo.

“Se a gente quer algo inédito, o caminho é difícil e a gente comprou essa briga. Temos um bom apoio do COB e da CBAt e isso me deixa feliz porque estou aproveitando, estou vendo a diferença. Já estamos nesse projeto há um ano, temos uma evolução, passo a passo, e ela é notável. Os treinos são de altíssima qualidade. Já senti diferença em exercícios que hoje consigo fazer com maior facilidade. Assim, a gente vai evoluindo e eu acredito em bons resultados”, destacou Hugo Balduino.

Johnson viajou ao Brasil acompanhado de seu ex-técnico Clyde Hart. Além de trabalhar com os atletas, eles e os outros integrantes da equipe norte-americana avaliaram o trabalho feito pelos treinadores nacionais. Evandro Lázari e Leonardo Ribas são os comandantes da equipe, mas Katsuhiko Nakaya, Marcelo Augusto Ribeiro e Sanderlei Parrela também participaram do camping como convidados.

“Fiquei muito impressionado com os atletas e, especialmente, com os treinadores. Acho que eles têm um programa de qualidade em andamento e boas instalações para treinamento. Não tenho visto muitas instalações melhores para as equipes se prepararem para os Jogos Olímpicos”, ressaltou Clyde Hart.

As ações de Michael Johnson com o time nacional do 4x400m masculino prosseguirão em 2015, em que pelo menos mais dois campings de treino estão programados. No início do ano, os atletas brasileiros treinarão novamente em Dallas, já buscando melhoras no desempenho para os Jogos Pan-americanos de Toronto 2015 e o Mundial de Atletismo.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.