23/02/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Massa busca primeiro pódio no ano, e Mercedes coloca superioridade à prova na China

3 min read

DoZigzagdoesporte com agência Efe.

Getty

Felipe Massa busca uma boa colocação em um GP da temporada
Felipe Massa busca uma boa colocação em um GP da temporada

O melhor tempo de todos os testes de pré-temporada realizados no Bahrein no começo do ano e o primeiro lugar em dois dos seis treinos dos quais participou antes do começo do campeonato alimentaram a esperança de um bom ano de estreia de Felipe Massa na Williams.

Essa expectativa, pelo menos até agora, ainda não foi correspondida, mas o brasileiro terá uma nova chance neste final de semana, no Grande Prêmio da China, que colocará em xeque para a superioridade tida pela Mercedes nas três primeiras corridas de 2014.

Até agora, Massa obteve dois sétimos lugares, na Malásia e no Bahrein, e não passou da primeira curva na prova de abertura, na Austrália, devido a um acidente com o japonês Kamui Kobayashi. Neste domingo, ele tentará subir ao pódio pela terceira vez, depois de ter obtido um segundo lugar (2008) e um terceiro (2007) em 11 edições do GP. Para isso, aposta nas longas retas do Circuito Internacional de Xangai.

“Há uma reta longa na China, que será boa para ultrapassagens, especialmente para nosso carro por termos uma boa velocidade. Há também curvas de baixa, nas quais é necessário bom acerto aerodinâmico. Por isso espero que possamos fazer melhorias nessas áreas”, analisou o paulista.

Massa se mostrou particularmente preocupado com as condições climáticas em Xangai, já que a Williams já demonstrou dificuldades em correr na chuva, como no treino oficial do GP da Malásia. Segundo o ex-piloto da Ferrari, seria importante correr com pista seca.

“Ainda precisamos melhorar o carro em pista molhada, e por isso esperamos que o fim de semana seja seco. É o que eu prefiro. Teremos um trabalho árduo para melhorar o carro”, comentou.

Até agora, o campeonato é todo da Mercedes, que venceu as três corridas e permitiu que seus pilotos protagonizassem uma bela disputa pela ponta há duas semanas. O alemão Nico Rosberg, que levou a melhor na Austrália e foi segundo colocado na Malásia e no Bahrein, soma 61 pontos e lidera o Mundial. O vice-líder é seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, que subiu ao lugar mais alto do pódio em Kuala Lumpur e em Sakhir.

A principal desafiante, pelo menos por enquanto, é a Force India, que tem o terceiro colocado o alemão Nico Hulkenberg (28 pontos), e o nono, o mexicano Sergio Perez (16).

Já Ferrari e Red Bull vêm se esforçando para sair do meio do grid. Após os maus resultados de começo de anos, e os anos de seca desde o título do finlandês Kimi Raikkonen em 2007 e o de construtores em 2008, o diretor esportivo da escuderia italiana, Stefano Domenicali, acabou pedindo demissão. Seu substituto é Marco Mattiacci, até agora executivo-chefe para a América do Norte.

Em quarto lugar na classificação, o espanhol Fernando Alonso prometeu logo depois do GP do Bahrein que a revanche contra as ‘flechas de prata’ viria na China.

Um pouco melhor que a Ferrari, a Red Bull busca o segundo pódio no ano. O australiano Daniel Ricciardo ficou em segundo em casa, mas foi desclassificado, e o alemão Sebastian Vettel obteve a terceira posição na Malásia.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.