20/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Massa admite que vida na Williams é ‘mais calma’ que na Ferrari: ‘Apenas correr importa’.

3 min read

Do Zigzagdoesporte.com.br por ESPN.com.br com agência Gazeta Press.

Getty

Felipe Massa (à direita) diz que na Williams 'só correr importa'
Felipe Massa (à direita) diz que na Williams ‘só correr importa’

Felipe Massa respira aliviado na Williams. Após oito temporadas na Ferrari (2006 a 2013), o brasileiro foi contratado pela equipe de Grove e lá já sentiu grande diferença no sistema de trabalho. Vice-campeão do Mundial de 2008, o paulista de 33 anos revelou ao jornal espanhol El Confidencial que a “vida na Williams é mais calma” e que “apenas correr importa. As outras coisas, nem tanto”.

Em 2014, Massa participou do começo de uma “nova era” na Williams. O time inglês, após muitos anos com o papel de coadjuvante na categoria, voltou a receber altos investimentos e montou um carro competitivo para a temporada. No fim, Felipe e Valtteri Bottas levaram a equipe ao terceiro lugar do Mundial de Construtores, atrás da Mercedes e Red Bull e à frente da Ferrari.

Para Massa, o ambiente tranquilo na equipe de Grove favorece o trabalho realizado fora e dentro das pistas: “A vida na Williams é mais calma, com certeza. É preciso trabalhar tão duro quanto na Ferrari, mas as coisas são mais simples. Apenas correr importa. As outras coisas, nem tanto. Então você tem sua mente focada unicamente em fazer o carro melhorar, em pensar em correr”.

O piloto brasileiro ainda contou que fatores externos aumentam a pressão na Ferrari, diferentemente do que ocorre na Williams: “A Ferrari é fantástica, forte, ótima, linda, mas com muita pressão e muitas coisas que não são importantes, que vêm tudo junto de uma vez. Aqui na Williams, a única coisa que importa é o trabalho”.

No fim de 2013, Massa foi preterido pelo finlandês Kimi Raikkonen, que vinha de duas boas temporadas pela Lotus. No entanto, o plano da escuderia vermelha de trazer alguém para equilibrar as ações com Fernando Alonso não deu certo. O “Homem de Gelo” não se mostrou tão frio assim e patinou em 2014.

“Acho que meu maior problema (na Ferrari) foi o lado mental. Sofri muito por um tempo, mas eventualmente as coisas foram melhorando. Eu evoluí esse lado e as pessoas viram que Kimi teve mais dificuldades que eu. Então talvez eles tenham encontrado alguém que sofreu ainda mais”, analisou o brasileiro, que hoje veste o macacão azul e branco da Williams.

Felipe Massa fará sua segunda temporada pelo time britânico. Após ser o sétimo colocado em 2014, a missão deste ano será incomodar ainda mais a Mercedes e a Red Bull, ainda favoritas. O primeiro grande teste acontecerá no GP da Austrália, de 13 a 15 de março. Antes, porém, o piloto vai guiar o FW37 nos treinos coletivos válidos pela pré-temporada, em Barcelona, de 19 a 23 de fevereiro e de 26 a 1º de março. A primeira sessão ocorreu no início do mês, em Jerez de la Frontera, também na Espanha.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.