27/02/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Pneu novo realça domínio de Alonso contra Massa e marca arranque de Vettel

2 min read

Do ZigZag do Esporte/Fórmula 1.

Felipe Massa

Oito GPs iniciais tiveram pneus criticados; Alonso seguiu superior em relação a Massa após mudança dos compostos NIgel Roddis/EFE

As oito corridas iniciais do ano na Fórmula 1 foram marcadas por diversos acidentes atribuídos aos pneus desenvolvidos pela Pirelli, mais frágeis. O ápice ocorreu no GP da Inglaterra, quando quatro carros tiveram compostos estourados. Durante o período de “caos nos pneus”, Fernando Alonso apresentou rendimento muito superior em relação a Felipe Massa.

Pneus mais resistentes entraram emergencialmente em cena na metade do ano, a pedido de pilotos. E quando isso ocorreu (a partir da 9ª prova), o espanhol continuou com aproveitamento de pontos bem acima do seu companheiro de equipe.

Com pneus “ruins e bons”, Alonso teve praticamente o dobro de aproveitamento de pontos em comparação a Massa.

Nos oito primeiros GPs do ano (com pneus mais frágeis), Alonso conseguiu 61,5% dos pontos possíveis. Massa teve aproveitamento de 30% dos pontos (somou 60 de 200 possíveis).

A partir da introdução de compostos mais resistentes, Alonso teve aproveitamento de 40,8% dos pontos, quase o dobro do brasileiro, 21,7%.

Quem mais lucrou com a mudança dos pneus durante o ano foi Sebastian Vettel. Os números pós alteração  impressionam. Em oito provas com compostos mais duros, o alemão emplacou sete vitórias. Vettel só não ganhou no GP de estreia dos novos pneus (Hungria).

Segundo colocado na disputa, Alonso acredita que a introdução de pneus mais resistentes no meio da competição o impossibilitou de alcançar Vettel.

“Esse foi provavelmente o ponto-chave no nosso campeonato. Quando mudaram os pneus, dissemos adeus para as chances de título”, disse o ferrarista.

Para a próxima temporada, a FIA fará alterações nos carros, sobretudo nos motores, que serão mais econômicos no consumo de combustível. Os pneus também serão alterados, mas ainda não foram definidos detalhes de como serão. Para o último GP de 2013, em Interlagos, as escuderias já devem utilizar pneus que serão adotados em 2014.

 

Fonte: Do UOL, em São Paulo

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.