16/04/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

História e números dos jogos da 28ª rodada na série A

10 min read

Por Galdino Silva

 

A 28ª rodada do campeonato brasileiro promete, pois teremos grandes partidas e alguns clássicos estaduais. Vamos dar uma passada pelos jogos e lembrarmos alguns deles que fizeram história.

GOIÁS e BAHIA – Um jogo muito complicado para o Tricolor da Boa Terra, pois jamais em sua história pela serie A conseguiu vencer o time goiano em seus domínios, o primeiro confronto aconteceu pelo campeonato brasileiro de 1978, no Serra Dourada no dia 21/05/1978, era a segunda fase da competição em sua primeira rodada, apesar da boa campanha que vinha fazendo o Goiás venceu por 3 x 0 com gols de Pastoril, Marco Antonio e Nivaldo, no total foram 12 partidas com 06 triunfos do Goiás e 06 empates o último confronto foi em 05/10/2003 com um triunfo dos goianos por 3 x 1. O que esperar do jogo? Bem o Bahia em alguns jogos conseguiu se superar em partidas fora de Salvador e precisa marcar pontos fora de casa, o triunfo diante o Vitória certamente vai dar um novo ânimo ao time, o Goiás joga em casa e ainda sonha com o G-4, tem o retrospecto positivo contra o Bahia em seu mando de campo, mas tabus existem para serem quebrados.

VITÓRIA e CORITIBA – Um jogo que desde o brasileiro de 1972 vem sendo disputado seja na serie A ou na serie B, Vitória e Coritiba sempre protagonizam bons jogos, seja em Salvador ou eu Curitiba, para essa partida o Vitória vai tentar mostrar a sua torcida que não se abalou com a derrota no clássico diante o Bahia e vai enfrentar um concorrente direto no chamado jogo de seis pontos, a volta de Escudero deve ser um dos reforços mais esperados pelo torcedor rubro-negro, bem como o retorno do lateral Airton. A primeira vez em que Vitória e Coritiba se enfrentaram em Salvador foi no dia 23 de Outubro de 1988 na Fonte Nova e o Leão venceu por 1 x 0 com um gol do zagueiro Maurício, no Barradão a primeira partida aconteceu no dia 14 de Agosto de 1996 com novo triunfo do Vitória também por 1 x 0 com um gol do volante Nei Santos, o time Coxa Branca somente teve êxito no Manuel Barradas no dia 09 de Setembro de 1998 quando bateu o Vitória por 3 x 0. O Que esperar da partida: Em seus domínios o Vitória tem tido um bom retrospecto nesse campeonato, vem de um reverso diante do maior rival e se pretende chegar ao G-4 tem de partir para cima e tentar vencer, pois tem outro jogo dentro de casa contra o Botafogo, o Coritiba que voltou a vencer após sete jogos e vai tentar se aproximar no grupo da frente, a diferença de pontos para o Vitória é de apenas três pontos.

FLUMINENSE e GRÊMIO – Partida de muita história no campeonato brasileiro, pois com a unificação das competições, eles se enfrentaram pela primeira vez na Taça Brasil de 1960 e o Fluminense levou a melhor, perdeu em Porto Alegre por 1 x 0 no dia 12/10/1960, venceu no Rio de janeiro por 4 x 2 e como naquele tempo não existia o saldo de gols para estabelecer uma vantagem, foi disputada uma terceira partida também no Rio de Janeiro e com um empate de 1 x 1 o Fluminense avançou para a fase seguinte, essas equipes voltaram a se enfrentarem em 1967 pelo Torneio Roberto Gomes Pedrosa, no Rio esse encontro voltou somente no campeonato de 1969 e deu Flu 2 a 1, no ano de 1997 no dia 08/11/1997 o Grêmio venceu o Fluminense por 2 a 0 na Rua Bariri e decretou o rebaixamento do tricolor carioca, em 16/11/2011 aconteceu o jogo com maior números de gols numa só partida, Fluminense 5 x 4 Grêmio, um jogaço no estádio do Engenhão. O que esperar da partida: O Fluminense e o Grêmio vem de resultados ruins nessa última rodada, o Grêmio sucumbiu em casa para o Criciúma e o Pó de Arroz perdeu o clássico para o Vasco da Gama, são duas equipes oscilantes na competição, pois não conseguem dar e ter uma estabilidade na competição, o Grêmio joga bem fora de casa e o Fluminense costuma ser forte no Maracanã nesse jogo tudo pode acontecer.

SÃO PAULO e CORINTHIANS – O clássico Majestoso é realizado em campeonatos brasileiros desde 1967 quando o Corinthians venceu o São Paulo por 1 a 0 no dia 22/04/1967, nesse período de Robertão o Timão venceu de 1967 a 1970, o São Paulo veio a ter a sua primeira vitória contra o Corinthians em brasileiros somente em 1971 quando venceu por 2 x 0 no dia 17/10/1971, de 1988 a 1994 o Tricolor do Morumbi ficou sem ter uma vitoria contra o Timão, tendo inclusive perdido a final do campeonato brasileiro de 1990 quando o Corinthians conseguiu vencer o campeonato brasileiro pela primeira vez, foram duas vitórias por 1 x 0. Em 1994 o São Paulo venceu por 2 x 1, tivemos também duas goleadas no Majestoso por campeonatos brasileiros o São Paulo goleou o Corinthians pelo placar de 5 a 1, no Pacaembu, pela Fase única do Campeonato Brasileiro 2005. Os gols da partida foram de Carlos Alberto, para o Corinthians, e de Luizão (2), Rogério Ceni, Danilo e Cicinho, para o São Paulo, já o Corinthians atropelou o São Paulo com placar de 5 a 0, no Pacaembu, os gols foram de Danilo, Jorge Henrique e Liedson (3). O São Paulo ainda teve Carlinhos Paraíba expulso de campo. Com este resultado, o Corinthians ampliou a sequência de jogos oito sem perder pra o adversário no Brasileiro Unificado.

O que esperar do jogo: O São Paulo luta para não cair e o Corinthians nem fede e nem cheira, pois tem um esquema voltado para a marcação e tem um ataque que não consegue marcar muitos gols e sem marcar gols não vence as partidas, apesar de ter uma defesa forte devido ao esquema armado por Tite, o São Paulo ultimamente não consegue ter muito êxito contra o Corinthians seja em qualquer competição, mas clássico é clássico e provavelmente esse jogo deverá dar São Paulo ou empate.

ATLÉTICO e CRUZEIRO – A maior clássico da terra das Alterosas em campeonatos brasileiros é disputado desde o Torneio Roberto Gomes Pedrosa de 1967 quando a Raposa de Tostão, Dirceu Lopes, Piazza e Raul aplicou sonoros 4 a 0 no dia 05/03/1967, com o passar dos anos o que marca muito mesmo entre ambos é a regularidade nos 57 jogos, são 20 vitórias do Cruzeiro, 19 vitórias do Atlético e 18 empates, a Raposa marcou 78 e o Galo 72, o time Azul Celeste ficou sem vencer o Alvinegro de 1969 a 1978, quando o Galo ficou de 1978 a 1990 sem triunfar contra o rival azul, jogos com muitos gols também são marcantes nesse grande clássico já aconteceram placares de 4 x 3 para ambos, 4 x 2 e em 04/12/2011 a maior goleada na Arena do Jacaré, valendo pela Fase única do Campeonato Brasileiro 2011. Marcaram os gols: Roger, Wellington Paulista, Leandro Guerreiro, Everton, Fabrício e Anselmo Ramon, do Cruzeiro, e Réver, pelo Atlético-MG, muitos esperavam que o Galo fosse rebaixar a Raposa e o placar dilatado suscitou comentários maldosos de o que o Atlético facilitou a partida, mas nada disso aconteceu e sim uma superação do time cruzeirense.

O que esperar da partida: Bem o Cruzeiro perdeu sua invencibilidade jogando em Minas nesse brasileiro, o título segue a uma questão de rodadas, o Atlético conseguiu desencantar e está em quinto, porém a cabeça no mundial de clubes no Marrocos, a rivalidade é grande e a derrota no primeiro turno e de goleada e logo após ganhar o título da Copa Libertadores vão servir de motivação ao Atlético e tudo pode acontecer nesse jogo a tendências seria um empate.

BOTAFOGO e FLAMENGO – Clássico cheio de boas lembranças para ambas torcidas, disputado dês o Robertão em 1967, em 1972 no dia 15/11/1972 os botafoguenses não esquecem a goleada por 6 a 0, no Maracanã, pela Primeira fase do Campeonato Brasileiro 1972. Os gols foram feitos por Jairzinho (3), Fischer (2) e Ferreti, o torcedor rubro negro levou nove anos para se vingar e devolver os 6 a 0, mas foi pelo campeonato carioca, no dia 24/03/1985 o Flamengo atropelou o Botafogo por 6 a 1, no Maracanã, valendo pela Fase Segundo turno do Campeonato Brasileiro 1985. O placar da partida foi construído por Hêider, Adílio, Gilmar Popoca, Adalberto (2) e Chiquinho, para o Flamengo, e Elói, para o Botafogo, foram disputados 52 jogos onde o Flamengo venceu 18 o Botafogo 9 e houve 25 empates, o Botafogo não vence o Flamengo desde 07/10/2000 e vai tentar buscar quebrar essa marca. Podemos esperar um jogo de bom nível, pois o Flamengo com Jaime no comando técnico deu um novo ânimo aos jogadores e o time começou a esboçar uma reação, o Botafogo depois de período turbulento com sucessivas derrotas vem de triunfo sobre o Náutico e vai tentar quebrar esse tabu de 13 anos sem conseguir vencer o Mengo em campeonatos brasileiros.

SANTOS e PONTE PRETA – Engana-se quem pensa que Santos e Ponte Preta fazem um jogo em campeonatos brasileiros recentemente, mero engano o primeiro confrontos aconteceu em 22/10/1970 num empate no estádio Palestra Itália em São Paulo, o Santos de Pelé contra a Ponte de Manfrini.

Existe um certo equilíbrio nesse confronto que só voltou a ser realizado no campeonato brasileiro de 1980, o Peixe venceu nove partidas contra oito da Macaca e três empates, o Santos como mandante venceu sete e a Ponte conseguiu três vezes bater o time da Baixada Santista fora de casa, os maiores escores são a favor do Santos que venceu por duas vezes por 4 a 0 nos de 1998 e 2004 e nesse próximo jogo podemos ver um Santos conformado por esta na posição intermediária da tabela e uma Ponte com a pressão de esta na zona de rebaixamento, são dois time fracos de mesmo jogando em casa o time peixeiro não o considero como favorito.

INTERNACIONAL e NAÚTICO – O primeiro confronto em campeonatos brasileiros foi em 1968 pelo Robertão e como não existia ainda o Beira Rio o jogo foi no Olímpico e deu empate em 1 a 1 o time do Náutico era bom demais e fazia frente às equipes do eixo Sul-Sudeste, depois de 1968 os times só voltaram a jogar em Porto Alegre no ano de 1989 e o Náutico venceu o Inter por 1 x 0 no Beira Rio, pela Primeira fase do Campeonato Brasileiro 1989. O gol marcado por Erasmo que teve uma passagem pelo Bahia em 1992, Edu Lima (Internacional) foi para o chuveiro mais cedo. Em 1991 novo triunfo do Náutico em POA, dessa vez por 2 x 1  os gols foram marcados por Barros (contra), para o Internacional, e por Bizu e Fábio Oliveira, para o Náutico. O Internacional teve Luís Carlos Winck expulso de campo. No ano de 1997 aconteceu a maior goleada dos confrontos quando o Inter venceu por 5 a 0 no Beira Rio com Dinei marcando três gols Anderson e Nando completou a festa colorada, para essa partida o Náutico que já morreu de véspera vai valer apenas para atrapalhar a vida dos outros, como foi no primeiro turno quando sapecou 3 a 0 no Recife, o Inter ainda busca alta afirmação e tenta justificar a sua torcida o bom time armado para a competição um começo ali entre os primeiros e depois maus e maus resultados e a saída de Dunga, porém acredito que dê Inter.

 

 

 

CRICIÚMA e VASCO – Desde 1986 se enfrentam em competições nacionais e os cariocas levam uma vantagem de apenas um triunfo 6 a 5, nunca houve empates até então nesse confronto, no campeonato brasileiro de 1986 aconteceu o primeiro embate e o Vasco com placar de 2 a 0, no São Januário, na Segunda Fase do Campeonato Brasileiro 1986. O placar foi construído por Romário e Roberto Dinamite a dupla Ro-Ro, jogando na cidade na capital brasileira do carvão, a vantagem é completamente do Tigre Catarinense que venceu quatro dos cinco jogos, Criciúma bateu o Vasco pelo placar de 1 a 0, no Heriberto Hulse, pela Segunda Fase do Campeonato Brasileiro 1986. Ivan foi o nome da partida, a última partida no Heriberto Hulse foi no ano de 2004 e novamente o Criciúma conquistou uma vitória em cima do Vasco (1 a 0), no Heriberto Hülse, na Fase única do Campeonato Brasileiro 2004. O gol da vitória foi de Fernandinho na única vez em que o Vasco venceu na cidade de Criciúma foi em 1997. O Vasco venceu a partida contra o Criciúma por 4 a 3, no Heriberto Hülse, na Primeira fase do Campeonato Brasileiro, os gols da partida foram de Magno Alves (2) e Flávio Guarujá, para o Criciúma, e de Edmundo (2) e Ramon (2), para o Vasco. Para essa partida teremos mais um jogo de seis pontos, pois ambas as equipes estão brigando contra o rebaixamento e prometem fazerem uma partida equilibrada onde ninguém vai querer sair perdendo um empate poderá ser o resultado dessa peleja complicada.

ATLÉTICO/PR e PORTUGUESA – Confronto realizado desde o ano 1968 pelo Robertão e com jogos também pela Serie B do campeonato brasileiro, em 68 em Curitiba aconteceu uma vitória por 1 a 0 para o Atlético, lá ocorreram no total catorze partidas e o Furacão tem a vantagem com quatro triunfos contra apenas dois da Lusa e oito empates, os jogos sempre são apertados quando sai algum vencedor, 3 x 1 para o Atlético em 2001 na Arena da Baixada, pela Primeira fase do Campeonato Brasileiro 2001. Foram responsáveis pelo placar: Alex Mineiro e Kléber Pereira (2), pelo Atlético-PR, e Ricardo Oliveira, da Portuguesa. A Portuguesa ficou em inferioridade já que Souza foi expulso foi o escore mais dilatado e os empates de 0 a 0 e 1 a 1 são os resultados mais frequentes, e é o que podemos esperar para domingo, um jogo equilibrado com a Portuguesa fechadinha e o Atlético liderado por Paulo Baier tentado furar o bloqueio da Lusa.

 

 

 

 

 

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.